clube   |   doar   |   idiomas
A causa do colapso da Venezuela não é o preço do petróleo; é o socialismo
E nem mesmo o argumento do petróleo salva a esquerda

Então a esquerda finalmente voltou a falar sobre a Venezuela. Que bom.

Por aproximadamente uma década, praticamente toda a esquerda havia sido capturada pelo charme de Hugo Chávez e demonstrava uma paixão fervorosa pelo modelo econômico daquele país. Eram elogios copiosos e sem fim (e de toda a esquerda ao redor do mundo). A versão venezuelana do socialismo era o exemplo mais brilhante possível do modelo; e era o modelo definitivo que o resto do mundo deveria copiar.

O encômio mais famoso ainda continua sendo o do famoso esquerdista americano, David Sirota, que escreveu um ensaio para a revista Salon intitulado "O milagre econômico de Hugo Chávez".  Eis um trecho:

Chávez se tornou o bicho-papão da política americana porque sua defesa aberta e inflexível do socialismo e do redistributivismo não apenas representa uma crítica fundamental à economia neoliberal como também vem gerando resultados inquestionavelmente positivos. ... Quando um país adota o socialismo e se esfacela, ele se torna motivo de piada e passa a ser visto como um inofensivo e esquecível exemplo de advertência sobre os perigos de uma economia dirigida pelo governo. Porém, quando um país se torna socialista e sua economia apresenta o grande desempenho exibido pela economia venezuelana, ele não mais se torna motivo de piada — e passa a ser difícil ignorá-lo.

E aí, quando a economia venezuelana entrou em profundo colapso, começando ainda em 2013 (na verdade, ainda em 2010 já começou a faltar comida) e se agravando continuamente desde então, a esquerda repentinamente parou de falar no assunto. Largaram a Venezuela como se o assunto fosse uma batata quente. E então um longo período de silêncio se seguiu. No entanto, os eventos mais recentes forçaram o assunto de volta à agenda.

A vida dupla do preço do petróleo

As respostas variam.

Os articulistas da esquerda stalinista são os mais caricatos, e se parecem com uma cópia do Pravda da década de 1930. Para eles, todo o colapso se deve a uma ação muito bem coordenada por sabotadores e contra-revolucionários, os quais estariam solapando toda a economia.

Já as facções mais sagazes da esquerda já perceberam que não há muitas chances de conquistar os corações e as mentes das pessoas caso continuem emulando o discurso do vilão de um filme dos tempos da guerra fria. Consequentemente, elas adotaram um discurso mais sonoramente inócuo, dizendo que a real causa da miséria venezuelana é a queda no preço do barril de petróleo.

"Sim, é verdade que a Venezuela está mal", dizem eles. "Mas qualquer economia que seja tão dependente dos preços das commodities também teria um mau desempenho sob essas circunstâncias. Não tem nada a ver com socialismo!"

Superficialmente, parece até plausível. Porém, você se lembra de qual foi o famoso chavista que disse a seguinte frase durante o período de forte alta nos preços do petróleo:

Sim, é verdade que a Venezuela está indo bem. Mas qualquer economia que seja tão dependente dos preços das commodities também teria um bom desempenho sob essas circunstâncias. Não tem nada a ver com socialismo.

Exato, você adivinhou: nenhum deles. Na mente dos chavistas, o preço do petróleo leva uma vida dupla: quando ele sobe, o subsequente boom econômico é a prova de que o socialismo funciona. Já quando ele volta a cair, o subsequente colapso econômico nada tem a ver com o socialismo.

É verdade que o preço baixo do petróleo não ajuda em nada a economia venezuelana. Mas eis um fato: o atual preço do petróleo não está baixo. O que houve é que tivemos preços anormalmente altos para o petróleo até 2014. O preço do petróleo não entrou em "colapso". Ele simplesmente voltou ao nível que sempre foi a média de longo prazo. Mais precisamente, o preço do barril de petróleo voltou (em termos reais) ao valor que estava em 2004, aproximadamente quando começou o fanatismo da esquerda com a Venezuela.

Quando o preço do petróleo só fazia subir

O que talvez seja ainda mais importante, no entanto, é o fato de que aqueles problemas mais prementes na Venezuela, especialmente a escassez de itens essenciais como alimentos e remédios, já ocorriam antes da queda nos preços do petróleo. Veja, por exemplo, este trecho de um artigo publicado pelo britânico The Guardian (um jornal abertamente de esquerda) ainda em 2007:

Não havia qualquer sinal de leite, ovos, açúcar e óleo de cozinhar. Onde eles estavam? [...] Bem-vindo à Venezuela, uma economia pujante, mas curiosa. Uma escassez de alimentos está atormentando o país ao mesmo tempo em que as receitas de petróleo estão estimulando um grande aumento nos gastos. [...] O leite desapareceu completamente das gôndolas. […] Ovos e açúcar tambem são apenas uma memória do passado.

Vale lembrar que, em 2007, o preço do petróleo estava alcançando o maior valor de toda a sua história.

Ou, que tal este outro, publicando um ano antes de o preço do petróleo começar a cair:

A escassez de comida na Venezuela não apenas chegou ao seu ápice, como também nenhuma outra na história do país durou tanto tempo. [...] O Banco Central da Venezuela publica um índice de escassez [...] Os números para este ano estão em um nível similar ao de países que vivem uma guerra civil ou que passam por racionamentos típicos de períodos de guerra.

Sobre isso, vale uma anedota: há vários livros de espionagem, como os de Tom Clancy e Frederick Forsythe, cuja trama principal gira em torno de um país socialista (URSS, Alemanha Oriental etc.) cujo governo autoritário se apropria de uma reserva de petróleo (normalmente na costa do mar báltico). Repentinamente a economia socialista passa a ser inundada por petrodólares, o país se torna extremamente poderoso e se transforma em uma espécie de Arábia Saudita socialista em plena Europa.

A lógica sempre é a mesma: a única maneira de fazer uma economia socialista funcionar e ser poderosa é colocando reservas petrolíferas sob seu domínio. Certamente as receitas do petróleo serão capazes de fazer qualquer economia funcionar, mesmo uma socialista.

O experimento venezuelano mostra que até mesmo esses brilhantes autores erraram em suas teses econômicas.

O petróleo não é o bastante

É claro que a esquerda não tem muito o que justificar sobre a Venezuela simplesmente porque o regime venezuelano implantou exatamente todas as políticas defendidas por toda a esquerda que se opõe a uma economia de mercado.

Trata-se de um programa marcado por controle de preços, estatizações e expropriação da propriedade privada, generosos programas assistencialistas, planejamento centralizado, e uma infindável retórica sobre igualdade, redução da pobreza e, acima de tudo, combate aos "neoliberais".

Graças às políticas de controle de preços, de impressão desmedida de dinheiro, de estatização de fábricas e de lojas (até mesmo hotéis foram estatizados), absolutamente tudo está em falta no país. 

Tais medidas do governo destruíram de maneira tão completa o pouco que restava de capitalismo, que o desabastecimento se tornou geral. Aquele país que já teve a quarta população mais rica do mundo vivencia hoje uma escassez geral, com racionamento de papel higiênicocomida, cervejaeletricidadeágua e remédios. Até mesmo os hospitais ficaram sem papel higiênico e sem remédios. A taxa de mortalidade de recém-nascidos disparou

O próprio presidente venezuelano Nicolás Maduro fez a gentileza de explicar tudo ao mundo: "Há dois modelos: o neoliberal, que destrói tudo; e o chavista, que é centralizado no povo".

E não há petróleo que possa resistir a isso.

Mas o mais curioso é que os socialistas sempre argumentaram que o socialismo, algum dia, ainda irá funcionar. Até hoje ele ainda não funcionou simplesmente porque não foi corretamente implantado. Para funcionar a contento, ainda falta que alguém o adote sob todas as circunstâncias estritamente corretas.

Na prática, os socialistas de hoje estão dizendo:

É claro que o socialismo funciona. Mas há condições. Todo o necessário para o socialismo funcionar é o país possuir as mais amplas e comprovadas reservas de petróleo e o mundo vivenciar o mais longo e ininterrupto período de alta nos preços do petróleo, do modo que o preço da commodity suba para sempre e jamais volte a cair. E, mesmo que tudo isso ocorra, ainda iremos vivenciar uma constante escassez de comida, remédios e outros itens básicos e essenciais.

Porém, veja pelo lado positivo: você terá um exército de intelectuais ocidentais que estarão o tempo todo dizendo o quão sortudo você é por viver neste sistema.

E aí? Foi seduzido?

 ________________________________________

Leia também:

É impossível negar que a Venezuela é uma calamidade gerada pelo socialismo

A Venezuela é um grande exemplo de abolição do "neoliberalismo". Estranhamente, ninguém comemora

Um breve histórico da Venezuela: da quarta população mais rica do mundo à atual mendicância

autor

Kristian Niemietz
trabalha para o Institute of Economic Affairs.


  • F%C3%83%C2%A1bio  21/08/2017 15:23
    Estou lendo Requiem for Marx. A simples idéia de socialismo, e mais ainda comunismo, é pura alucinação e alienação induzida por álcool. Ele entendeu tudo errado, e tem que compartilhe desses equívocos. Fim.

    Adorei este artigo, estava demorando surgir algo assim!
  • anônimo  21/08/2017 15:37
    Socialismo funciona, galera que não aguenta passar fome.
  • Wendel  23/08/2017 16:34
    Kkkkkkk...

    Pessoal, me respondam uma pergunta. Mises era utilitarista? Em ação humana ele se baseou no argumento utilitarista para usar o sistema de "incentivos" na economia?
  • carla ribeiro  21/08/2017 15:41
    O socialismo é muito utópico. Pode parecer lindo e maravilhoso na teoria mas na prática é muito mais difícil e complexo que isso. Em primeiro lugar, o rendimento por merecimento é nulo, sendo assim os prestadores de serviço se sentem desmotivados. A queda da produção faz com que haja a queda de renda. Tudo vira um ciclo vicioso e sem fim. Precisamos trabalhar com mérito e remunerar aqueles que produzem mais. Claro que deve haver programas sociais, mas há um jeito melhor de fazê-los. Esses dias estava falando com um amigo Venezuelano, explicando como tomar vigra master. São coisas que eles não tem acesso lá, então enviei de presente daqui. Nem a própria população aprova o sistema, passam fome e não tem nada. Porque copiar um sistema onde todos que estão nele odeiam e sofrem? Não é esquerda X direita. É o governo x população.
  • socialista  22/08/2017 11:53
    Tu e loco meu, não percebe que o Estado é uma fraude e que todas a politicas publicas
    iram falhar sempre,

    Não tem essa de de votar no cara certo. Ou aquela de criar uma Lei que pá, vai lá e resolve.

    Cresce porra.
  • Igor  22/08/2017 17:20
    Nem na teoria o socialismo é lindo. Quem lê Marx sem ser previamente socialista observa um monte de atrocidades a serem praticadas, como trabalho obrigatório (leia-se escravo) até uma ditadura. Nada belo nisto...
  • Constatação  21/08/2017 15:44
    Socialismo é como aquele avião que decolou 50 vezes, caiu em todas elas, e ainda há quem diga "pode embarcar, será uma viagem maravilhosa".
  • Gabriel  21/08/2017 16:24
    Vale lembrar que decolou com o dinheiro dos outros.
  • anônimo  21/08/2017 15:56
    O link para "o atual preço do petróleo não está baixo" não está funcionando. Poderiam corrigir? Eu gostaria de visualizar a matéria.
  • Editor  21/08/2017 16:04
    Corrigido. Desculpe a falha e obrigado pelo alerta!
  • MB  21/08/2017 16:01
    Socialismo não passa de um blefe. Enfim, ainda teremos de aturar essa ideologia porca por ela servir de pretexto para os parasitas continuarem suas sugações para cima do povo ordeiro e submisso...
  • Socialismo = ??  21/08/2017 16:01
    Muito bom este artigo. Já compartilhei e espero que meus amigos socialistas leiam ele.
  • Sabino  21/08/2017 16:14
    Se o culpado pelo colapso da Venezuela é o Petróleo, por que países como Noruega, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita não desapareceram do mapa?
  • robson santos  21/08/2017 23:58
    tem como você pedir para deletar?
  • Luiz Moran  21/08/2017 16:17
    Lula e sua "caravana" para o nordeste - que na verdade é campanha eleitoral ILEGAL feita com grana de verba partidária ($$$ de impostos) - pode sim ser o prenúncio para o consolidar como o próximo caudilho bolivariano da AL, caso ele não seja condenado em Porto Alegre.

    As falsas pesquisas eleitorais que colocam Lula na liderança podem servir de justificativa para "validar" uma possível vitória desse fantoche do Foro de SP em 2018 num ambiente eleitoral de total FRAUDE (urnas eletrônicas violáveis + apuração secreta no TSE).

    A grande mídia, os artistas-rouanet, sindicalistas, esquerdistas, ong's e toda laia de "especialistas" que surgem para desinformar, juntam-se aos trabalhadores brasileiros de mentalidade marxista para fazer couro ao discurso socialista, que, poderá conduzir o Brasil para uma ditadura comunista tal qual ocorre na Venezuela.

    Não duvidem disso, o Estado está aparelhado e a grana está com a esquerda comunista e o FSP.
  • anti esquerda  23/08/2017 02:13
    eu creio que vao apelar para o periodo da decada passada onde o lula surfou nas commodities e no crescimento da china, vao falar, naquela epoca br comprava carro (financiado) , geladeira, sofa etc

  • Sideshow Bob  21/08/2017 16:20
    O socialismo funciona perfeitamente bem para os porcos. Só os outros animais que ficam de mimimi....
  • JP  21/08/2017 16:26
    Onde está aquele comentário explicando por que a URSS durou tanto tempo?
  • Marcelo  21/08/2017 16:30
  • Onisciente  21/08/2017 16:34
    A União Soviética e sua economia socialista sobreviveram artificialmente até 1989 graças a três expedientes, em ordem:

    a) A abertura do mercado feita por Lênin, que atraiu investimentos estrangeiros em quantidade;

    b) a Segunda Guerra Mundial, que, além de ter destruído todas as potências da Europa Ocidental, deu à Rússia (com as bênçãos de Churchill e Roosevelt) o controle de todo o Leste Europeu, o que lhe permitiu espoliar todo o capital destes países, ajudando assim a manter o regime socialista.

    Não fossem estes satélites europeus servindo de vaca leiteira para o comunismo, fornecendo "gratuitamente" (sob a mira de uma arma) bens de capital e mão-de-obra capacitada para a Rússia, não teria como o socialismo russo durar tanto tempo (daí a desesperada invasão do Afeganistão na década de 1980: o capital do Leste Europeu estava exaurido, e a Rússia precisava de novos recursos).

    c) A existência de um mercado negro que vendia ilegalmente de tudo, desde comida e roupas até gasolina e carros (foi desse mercado que surgiram "magicamente" os vários milionários russos após o fim da URSS).

    Mas mesmo com tudo isso, o cidadão soviético comum da década de 1980 consumia menos proteínas do que um súdito do Czar um século antes, e tinha menos acesso a automóveis, assistência médica e serviços públicos em geral do que os negros sul-africanos vivendo sob o regime humilhante do apartheid.
  • Sabino  21/08/2017 16:45
    Outro ponto é o Petróleo. A Rússia é um dos principais fornecedores de petróleo e gás natural para a Europa.
  • anônimo  21/08/2017 16:42
    www.mises.org.br/Article.aspx?id=2439
  • John Maynard Keynes  21/08/2017 16:38
    O socialismo só funcionaria em um planeta habitado por robôs.
  • Bruno  21/08/2017 17:21
    Socialismo daria certo se os seres humanos fizessem fotossíntese ou pudessem se alimentar de capim?
  • LvM  21/08/2017 17:24
    Nem assim. Sob o socialismo, o capim acabaria, pois não haveria propriedade privada sobre ele. Sem propriedade privada, todos sairiam comendo o máximo de capim que encontrassem pela frente, de modo que os últimos a chegar ficariam sem nada e morreriam.
  • marcela  22/08/2017 15:17
    A grande verdade é que se o comunismo fosse implantado em todo o seu conteúdo original, a desgraça seria ainda pior e provavelmente todos iriam morrer de fome. Já o capitalismo, se fosse implantado conforme as idéias da escola austríaca de economia, produziria resultados que fariam os EUA parecer uma nação de terceira classe! Nós leitores assíduos do IMB não aceitamos essa lorota de que o comunismo é pró povo e o liberalismo clássico é anti povo, afinal essas idéias absurdas já foram destroçadas em diversos artigos deste site ou pela empiria mesmo.
  • anônimo  21/08/2017 18:07
    Off Topic. Tem algum artigo sobre como investir uma grana que você ganhou vendendo um imóvel?
  • edu  21/08/2017 18:48
    Não adianta, intelectuais gostam de idéias e discursos, a serem escritos e apreciados em confortáveis cadeiras. Medir e avaliar as consequências reais é algo chato e irritante para eles.
  • Adelson Paulo  21/08/2017 19:16
    Ficou faltando citar o bloqueio do imperialismo ianque e o boicote das elites golpistas. Sem isso, o socialismo seria um sucesso.
  • Pensador Consciente  22/08/2017 19:04
    Velha lorota de culpar os outros pelo seus próprios fracassos,querido se o socialismo fosse bom não teria imperialismo norte-americano e nem elite golpista para atrapalhar e ao invés disso o fracasso do socialismo se explica pelo fato do livre-mercado não ser aplicado pelos respectivos países socialistas,pois até onde eu sei a União Soviética tinha assento permanente no conselho de segurança da ONU,conselho este que aprova as sanções econômicas que hoje a Coréia do Norte vem sofrendo,portanto essa falácia de conspiração contra o socialismo/comunismo é conversa para boi dormir e outro exemplo magnífico para acabar com esta falácia é o bloqueio continental imposto por Napoleão Bonaparte contra a Inglaterra no século xlx e até aonde eu sei os ingleses derrotaram Napoleão e o comércio com o restante da Europa foi reaberto,enfim aceita que dói menos,pois burocratas e membros do Partido comunista são parasitas e ficar dependendo da benevolência deles para ter seu pão a mesa é pedir para virar mendigo e termino com a célebre frase de Adam Smith

    "Não é da benevolência do açougueiro, do cervejeiro e do padeiro que esperamos o nosso jantar, mas da consideração que ele têm pelos próprios interesses. Apelamos não à humanidade, mas ao amor-próprio, e nunca falamos de nossas necessidades, mas das vantagens que eles podem obter."

    Seu comunista de IPhone aprenda com os sábios e deixe seu professor de cursinho ou seja lá quem for seu orientador que só sabe repetir slogans boçais de partido políticos esquerdistas,portanto acorde para a realidade,viva o livre-mercado...

  • David  21/08/2017 22:28
    Boa noite.

    Existe algum artigo explicando por que a Venezuela sofreu mais que outros paises socialiatas latinos Americans?
  • Gustavo  22/08/2017 00:05
  • David  22/08/2017 03:13
    Obrigado.
  • Felipe Lange S. B. S.  22/08/2017 02:28
    Pessoal, meu professor comunista na FATEC de Mococa ataca novamente... ele falou coisas que somos todos escravos do salário, desde o rapaz que trabalha de garçom até o juiz e que o capitalista é escravo do mercado... como eu refuto isso? Qual a base lógica disso?
  • Sideshow Bob  22/08/2017 12:47
    Ele dá aula de graça?
  • Pedro Mendes  22/08/2017 13:09
    Fala ironicamente para ele, sobre um mundo sem capitalismo onde voltamos as condições de Homo sapiens. O quão maravilhoso seria viver a base de subsistência e vida de nômade.
  • Taxidermista  22/08/2017 14:01
    "somos todos escravos do salário, desde o rapaz que trabalha de garçom até o juiz e que o capitalista é escravo do mercado"

    Essa é nova. Para o teu "professor", quem recebe salário é "escravo" e quem paga salário também é "escravo". E o funcionário público também é "escravo".

    Dado que para existir escravo precisa existir um escravizador, e tendo em vista que para ele todo mundo é "escravo", na próxima aula vc pergunta a ele: "Professor, afinal de contas, quem é o escravizador?"
  • antonio  22/08/2017 15:35
    Estamos caminhando para o socialismo, um sistema que, como se diz, só funciona no Céu, onde não precisam dele, e no Inferno, onde ele já existe.
    Ronald Reagan
    essa é boa
  • Emerson Luis  26/08/2017 13:50

    Não importa o que aconteça ou deixe de acontecer, os esquerdistas sempre chegam às mesmas conclusões. Claro, entre eles existe uma graduação desde os mais ingênuos "soldados rasos" iludidos até os mais psicopatas mentirosos profissionais.

    * * *
  • carla ribeiro  13/09/2017 14:34
    Até aquelas dicas de namoro de revistas pra adolescente funcionam melhor na prática do que o socialismo
  • U2  17/10/2017 12:07
    Engraçado o modus operanti dos esquerdistas. Enquanto o país estava "bombando"
    não faltaram pessoas colocando os méritos no socialismo.
    Agora que o país está falido ninguém admite que o país é socialista.

    E pior que esse tipo de gente continuará opinando com autoridade sobre quaisquer tipos de assunto, mesmo depois de falirem dezenas de países.
  • Juan  28/09/2018 17:33
    Meu professor de história disse que a crise da venezuela é culpa dos EUA. O que vocês acham?
  • Hidalgo  28/09/2018 17:45
    Que ele tem a certeza de que seus alunos (inclusive você) são otários.

    www.mises.org.br/Article.aspx?id=2923

    www.mises.org.br/Article.aspx?id=2944

    www.mises.org.br/Article.aspx?id=2847


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.