clube   |   doar   |   idiomas
Faltam candidatos e sobram vagas para empregos

Vale a pena ler essa notícia recente e constatar que ela confirma tudo o que dissemos neste artigo:

Por que um estado inchado aumenta os lucros das empresas e diminui os salários dos trabalhadores

A política fiscal do governo garante bons lucros para as empresas, que passam a contratar mais, sem contudo conseguir oferecer maiores salários. 

A notícia confirma isso com um dado para o qual o IMB sempre vem alertando: a estagnação dos salários médios na iniciativa privada.

Na grande São Paulo, em 2003, o salário médio foi de R$ 1.325.  Em 2009, foi de R$1.328.  Ou seja, a mesma coisa.

Isso ajuda a explicar também a "acentuada queda no desemprego" da qual a reportagem fala: apesar de todo o "crescimento econômico", o salário real ficou estagnado, estimulando a oferta de empregos.

Não tinha como ser diferente.  A sólida teoria econômica sempre explica a realidade.



autor

Leandro Roque
é editor e tradutor do site do Instituto Ludwig von Mises Brasil.

CATEGORIA
  
POST POR DATA
comentários (3)

  • mauricio  02/02/2010 21:46
    gostei muito do post\nmas gostaria de pedir uma matéria a respeito da violência q é impedir a fabricação/venda de tomadas elétricas q não sejam dentro da normas q alguns espertos e sábios julgaram q são melhores e mais seguras\nnão é possível combater essa violência juridicamente?\nisso é um conluio entre os fabricantes e o inmetro?
  • Tiago RC  03/02/2010 07:42
    Quando essas médias salariais são calculadas, elas consideram a porcentagem de desempregados como salário zero?
    \nCaso elas só reflitam o salário de quem está empregado elas podem passar más impressões... por exemplo, acabar com as leis trabalhistas (inclusive salário mínimo), poderia derrubar os salários dos já empregados, com o benefício de criar muitos empregos. Se não considerar o salário zero dos desempregados, neguinho pode dizer que, "como Marx previa, os salários estão caindo!".

    \nEnfim, salários estagnados mas desemprego caindo não me parece uma notícia de toda ruim.
  • Leandro  03/02/2010 08:04
    Tiago, sobre "derrubar os salários dos já empregados, com o benefício de criar muitos empregos", esse artigo dá uma boa explicação dos eventos que se sucederiam: http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=549


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.

Curso Online: Economia para não economistas

Por Equipe IMB - 05/09/2019

A organização do roubo

Por Helio Beltrão - 29/08/2019

/ palavra do presidente

Trump, o câmbio e a volta da guerra fria

Por Helio Beltrão - 24/08/2019

Cavalgaduras keynesianas

Por Helio Beltrão - 21/08/2019