clube   |   doar   |   idiomas
Sem pé nem cabeça
Recentemente o Ministro da Fazenda impôs IOF de 2% sobre a entrada de dólares.

Uma medida fadada ao fracasso; o dólar vai continuar caindo.

Os defensores da medida não conseguiram, até agora, produzir um único argumento que a justificasse. 

Porém, Luiz Gonzaga Belluzzo (aquele mesmo do abilolado Plano Cruzado) superou todos no non sense.  Ao ser questionado, saiu-se com as seguintes respostas em uma curta entrevista no jornal Folha de S. Paulo. Tentem entender:

FOLHA - Qualquer intervenção no câmbio parte do pressuposto de que existe uma cotação correta e outra errada. Qual seria a correta?

BELLUZZO - Quando o dólar foi a R$ 2,50, estava muito bom para a maioria das empresas. O problema é que deixaram o real se valorizar.

FOLHA - De onde o sr. tira a convicção de que intervenções do governo no câmbio funcionam, a médio e a longo prazos?

BELLUZZO - Não funcionam? Eu não sabia. Então vai ver que é um problema de temperatura. Só não funciona nos trópicos, no Brasil. Só funciona nos climas temperados. É isso.



autor

Cristiano Fiori Chiocca
é economista e empresário.

CATEGORIA
  
POST POR DATA
comentários (5)

  • Leandro  26/10/2009 04:55
    De acordo com o preclaro, R$ 2,50 é o nível ótimo para os exportadores. Mas por que parar por aí? Por que não R$ 3,50, R$ 4,70 ou R$ 6,90? Já que só os exportadores são seres humanos, por que não fazer uma política voltada apenas para eles? É uma delícia ver esses iluminados falando que apenas eles, e mais ninguém, sabem qual o valor ideal do dólar. Como eles conseguem saber o valor correto de uma variável tão complexa é algo que me escapa. Acho que o Belluzzo deveria se preocupar mais é com o Palmeiras.
  • Núbia  26/10/2009 10:21
    O Belluzzo deveria cuidar mais do Palmeiras e falar menos de economia. Só diz asneiras, impressionante.
  • Fernando  26/10/2009 10:43
    As perguntas do entrevistador foram excelentes. Parece até se tratar de um conhecedor da ciência econômica. Completamente diferente do entrevistado.
  • Eduardo R., Rio  19/11/2015 00:22
    "Dr. Bellezza e a inflação", por Alexandre Schwartsman.
  • Eduardo R., Rio  25/11/2015 23:51
    "Dr. Bellezza e a aritmética", por Alexandre Schwartsman.


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.

Curso Online: Economia para não economistas

Por Equipe IMB - 05/09/2019

A organização do roubo

Por Helio Beltrão - 29/08/2019

/ palavra do presidente

Trump, o câmbio e a volta da guerra fria

Por Helio Beltrão - 24/08/2019

Cavalgaduras keynesianas

Por Helio Beltrão - 21/08/2019