clube   |   doar   |   idiomas
E-commerce acelera e anima varejo

Uma das certezas do varejo brasileiro é que o futuro está no e-commerce. Segundo o indicador Mastercard SpendingPulse, as vendas online cresceram 13,4% no terceiro trimestre ante o mesmo período do ano passado. No ranking por desempenho, a liderança ficou com o segmento de eletrônicos (aumento de 18,3% das vendas), à frente de móveis (17,5%), medicamentos (13%) e vestuário (8,1%). A Mastercard diz que o melhor cenário econômico contribuiu para a performance.


Por que é importante
Há muita espaço para avançar no Brasil. A participação do e-commerce no comércio varejista restrito (exceto veículos, peças e materiais de construção) foi de apenas 5,2% do total das vendas entre julho de 2018 e junho de 2019
Quem ganha
Empresas como Magazine Luiza, Via Varejo e Mercado Livre, que têm realizado investimentos robustos para melhorar as vendas online

autor

Money Report
Money Report é uma plataforma de comunicação que envolve Portal de notícias.

Do ponto de vista editorial, Money Report defende a redução do tamanho do estado, o livre mercado, a democracia e o estado de direito.





Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.