clube   |   doar   |   idiomas
Bolsonaro e Guedes apresentam pacote para equilibrar gastos e estimular a economia

Depois de a reforma da Previdência ser aprovada no Senado, o governo apresenta nesta terça-feira (5) um conjunto de medidas para equilibrar os gastos públicos, estimular a economia e contribuir para a geração de empregos no país. O presidente Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes (Economia) são esperados no Congresso. Eles pretendem entregar três propostas de emenda à Constituição (PEC): uma que eleva o controle fiscal para conter o avanço de gastos obrigatórios, principalmente com funcionalismo e benefícios sociais; outra que cria um tipo de regra de ouro para os estados e proíbe o endividamento público para pagar as despesas correntes, como os salários do funcionalismo público, benefícios de aposentadoria, contas de luz e outros custeios; e a última que trata de uma ampla revisão dos fundos constitucionais e infraconstitucionais. A expectativa é que o governo apresente também detalhes da reforma administrativa, para alterar as regras do funcionalismo público, como a redução do número de cargos intermediários e a mudança na estabilidade de novos servidores concursados.

Por que é importante
O governo aproveita o otimismo com a aprovação da reforma da Previdência para sugerir outras mudanças buscando promover a eficiência do Estado
Quem ganha
O compromisso com o ajuste fiscal e com a agenda liberal

autor

Money Report
Money Report é uma plataforma de comunicação que envolve Portal de notícias.

Do ponto de vista editorial, Money Report defende a redução do tamanho do estado, o livre mercado, a democracia e o estado de direito.





Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.