clube   |   doar   |   idiomas
sexta-feira, 7 fev 2014
110º Podcast Mises Brasil - Pedro Cabral

logo_baixa.jpgPODCAST 110 – PEDRO CABRAL

 

O crescimento da Escola Austríaca no Brasil tem sido notável. A cada dia surgem novos interessados, estudiosos e projetos que utilizam o pensamento Austríaco como instrumental teórico para analisar a economia, a política, a história, as relações internacionais. E parte dessa expansão se deve muito ao trabalho que tem sido realizado no Ceará. No ano passado, por exemplo, o Instituto Liberal do Nordeste e o Grupo de Estudos Dragão do Mar conseguiram que o departamento do curso de economia da Universidade Federal do Ceará (UFC) incluísse uma disciplina optativa de Escola Austríaca na grade curricular e que retirasse a cadeira de economia marxista, este oxímoro, do rol de disciplinas obrigatórias.

 

A mais recente conquista acadêmica é o projeto de pesquisa “Liberdade Contratual e Ordem Econômica Constitucional: Perspectiva da Escola Austríaca (LiCEA). Criado pelo Grupo de Estudos Hayek no âmbito da Universidade de Fortaleza (Unifor), o projeto começa hoje (com transmissão ao vivo pela internet) e prevê a realização de mais 21 seminários com a finalidade de promover um diálogo entre a ciência jurídica e a Escola Austríaca.

 

Para falar sobre o projeto, o Podcast do IMB entrevistou Pedro Cabral, advogado, mestrando em Direito Constitucional pela UFC e professor substituto no Centro de Ciências Jurídicas da Unifor. Cabral contou como o projeto foi proposto e acolhido pela direção da universidade, explicou a concepção e os temas dos seminários, além do critério utilizado para a escolha dos assuntos e da bibliografia, ancorados nas concepções Austríacas de praxeologia e de ação humana, analisou a importância da teoria Austríaca para o estudo do direito, comentou a reação dos alunos, e arriscou uma opinião sobre o crescimento da Escola Austríaca no Ceará.









Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.