clube   |   doar   |   idiomas
sexta-feira, 15 jun 2012
24º Podcast Mises Brasil - Filipe Celeti

logo_baixa.jpgENTREVISTA  24 -- FILIPE CELETI

Bacharel e licenciado em Filosofia e mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Filipe Celeti escreveu a dissertação de mestrado Educação não obrigatória: uma discussão sobre o estado e o mercado utilizando como ferramenta teórica o libertarianismo ético de Murray Rothbard.

Também membro do Partido Libertários (Liber) e colaborador eventual do site do Mises Brasil, Filipe ratifica nesta entrevista ao Podcast do Mises Brasil o argumento segundo o qual o mercado é a solução mais adequada para a prestação do ensino.  "O mercado é a melhor ferramenta para prover o ensino porque possibilita uma boa prestação do serviço. (...) É uma ignorância econômica achar que as escolas que trabalham para atrair alunos não irão prestar um serviço de qualidade, muito pelo contrário. É um desconhecimento do funcionamento do mercado achar que o lucro é incompatível com oferecer um bom serviço."

O tema principal deste podcast foi mesmo o ensino e Filipe respondeu à crítica comum de que o modelo de ensino privado criaria incentivos para que as instituições se preocupassem mais em atrair alunos do que em elevar a qualidade do serviço. "Uma questão também importante é essa cultura do diploma. Você tem uma sociedade altamente regulamentada na qual você, para prestar qualquer tipo de serviço, é necessário que possua obrigatoriamente um papel que ateste que você cursou alguma coisa. Daqui a pouco para poder varrer o chão você terá que ter um ensino superior. Isso provoca uma proliferação de cursos e a venda de diplomas por instituições de ensino e isso, claro vai gerar um péssimo serviço."

Filipe também explicou as duas propostas teóricas que utilizou na dissertação de mestrado para a não obrigatoriedade da participação do estado no ensino (o uso de vouchers e o homeschooling), refutou a ideia de democratização do ensino usada pelos defensores da educação estatal para aumentar a interferência do governo, argumentou pelo fim da obrigatoriedade do ensino e fez comentários sobre a lei que pretende criminalizar o bullying, tema de seu ótimo texto Uma sociedade de perdedores, publicado neste site.





  • Carlos  15/06/2012 14:33
    O Filipe Celeti é o mesmo que tinha o site: "punk for Jesus" a uns 5 anos +/- e uma banda de Punk Rock cristã (da qual não me lembro o nome)?


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.