clube   |   doar   |   idiomas
Últimos comentários



Pessoas, saiu a ata do COPOM hoje.

Entre os destaques:

- Falaram sobre os efeitos do encarecimento das commodities energéticas em dólar americano, falando que a desvalorização do real piorou a carestia (4). Agora que eles descobriram isso?

- Os riscos sobre a mudança da EC 95 fazem com que se pense em alternativas de se elevar ainda mais os prêmios de risco. O trecho: "Esses questionamentos também elevaram o risco de desancoragem das expectativas de inflação, aumentando a assimetria altista no balanço de riscos. Isso implica atribuir maior probabilidade para cenários alternativos que considerem taxas neutras de juros mais elevadas."

- Um grau mais contracionista na política monetária já é considerado. Ver "C) 13." Foi avaliada a possibilidade de uma elevação maior do que de 1,5 ponto percentual (15).

- Com os riscos maiores, considerou-se mais adequado um ciclo de aperto monetário mais intenso (17).

- A previsão é que na próxima reunião haja uma elevação na mesma magnitude.



Isso mostra que, apesar de ser aparente, o politicamente correto é capricho de uma minoria de elite. Twitter não é o mundo real. A grande massa da população não dá a mínima para isso. É parte do que explica a eleição do Bolsonaro. Quando a imprensa fica falando que ele é homofóbico e afins, o povão não dá a mínima.

E como a esquerda não sabe o que faz, eles acabam promovendo e dando audiência para o inimigo deles.


Eu acho interessante como esses caras com viés esquerdista, se infiltram numa instituição, e querem definir como o mundo deve fazer e definir suas politicas, e impor suas agendas globalistas e todos tem aceitar essa pressão que se faz contra países como o Brasil por exemplo.



Lá se vai o senso das proporções.
Não confunda a histeria da ditadura do politicamente correto, que no máximo vai cancelar você por um período, com uma ditadura de fato, que vai te tirar do jogo FISICAMENTE. As duas são um problema, mas a segunda é evidentemente mais violenta que a primeira.


Perfeito Ex-Microempresário.

As pessoas confundem liberdade econômica com liberdade civil e política.

Para acrescentar, já que muitos leitores tocaram em vários pontos:

No auge da pandemia eu já estava aqui na China, sorte a minha, pois me senti muito mais livre.
Meus ex colegas de trabalho, no Rio de Janeiro, me mandaram vídeos, notícias produzidas por eles mesmos sobre a situação, teve até um vídeo de um deles correndo da polícia pois estava passeando, desobedecendo as regras.

Já aqui na China teve shoppings, lojas, estabelecimentos que embarcaram na onda de um monte de exigências para entrar, e outros não.
Claro que eu só ia, como só vou até hoje, nos lugares que não exigem que eu use máscara ou digitalize o QR code na entrada.

Quer mais liberdade do que isso ?. (estou citando algo pontual)

Observação: não estou dizendo nem nunca disse que a China é um bastião da liberdade civil e política, pois não é; só digo que não é esse inferno que muitos pensam; visto que nunca vi um policial chinês perturbar um cidadão andando nas ruas no auge da pandemia, quem ficou em casa ficou porque quis.

Quanto a tal da liberdade, muitos não tem a menor idéia do que isso realmente significa, pois são escravos que se acham livres, nunca moraram ou estiveram em nenhum país cujo viés político ideológico e ou religioso fosse totalmente díspar do ocidente, é isso é um problema, essa falta de contato com outra realidade.

O que eu aprendi é que nós todos somos livres para pensar igual ao establishment, exatamente isso, logo a liberdade não existe em lugar nenhum, só no fictício ancapistão que talvez tenhamos a liberdade.

O exemplo que você citou envolvendo os ideais progressistas é perfeito. (progressismo é tirania)
Aqui na China não existe esse progressismo, se um chinês dono de um estabelecimento não quiser que ocidentais, gays, muçulmanos, negros, etc... entrem, não há nada a ser feito contra, não é crime isso aqui.
(nunca ouvi falar de chineses fazendo isso, não por ser proibido mas porque eles são muito pragmáticos com relação à relações profissionais e comerciais. Já o japonês faz isso direto, são mais ideológicos.)

É muita prepotência ocidental achar que os chineses querem democracia e liberdade ocidental, pois não querem, eles no geral tem uma visão muito negativa disso tudo. (outros povos também)

Conheci uma doutoranda de Biologia que fez o seu mestrado sanduíche na Holanda, ela disse que ficou horrorizada, que não podia falar nada na Holanda, pois tudo ofendia alguém. Que liberdade é essa ?, perguntou.
A liberdade que eles tem lá é a liberdade de se drogar ?, dispenso isso. Dizia ela.
Nos EUA, durante os violentos protestos entre os apoiadores de Trump e Biden, ela me mostrou algumas images e me perguntou: democracia é isso ?, respondi em tom sarcástico: sim.
Não quero isso para o meu país, disse ela.
Ela tinha 24 anos, uma moça jovem.



algumas medidas pra tirar o brasil do atoleiro politico-ideologico

teto do funcionalismo publico : 1 salario-minimo + vale-transporte + ticket refeiçao (ainda é muito)

devoluçao corrigida pela inflaçao de todos os beneficios e penduricalhos pagos aos agentes

dispensar todos os cargos de confiança

fechar todas as agencias reguladoras

liberar todas as moedas para utilizaçao

aboliçao do imposto de renda

expropriar todos os sindicatos e criminalizar grupos como o MTST e MST

dissoluçao da lei dos partidos e do financiamento publico eleitoral, alem de erradicar o foro privilegiado

extinçao da CLT e da JT

aceita-se contrapropostas


ouro e dólar tem valorização relativa .
por exemplo, se seu investimento ganha do ouro vc está bem. mas as vezes e o ouro que está desvalorizando( a máxima foi em setembro de 2020.
depois disso o ouro caiu de 1950 pra 1750em dólares.
comparar com ipca tem a vantagem de ver que o real está desvalorizando dentro da própria economia. e qualquer valorização abaixo da inflacao já demontra que vc não teve ganhos reais.
o dólar TB tem que se descontar a inflacao deles( o ipca deles)




Falando de rentistas, o critério do IPCA seria o melhor para se mensurar a rentabilidade de algum investimento de renda fixa?

Por exemplo, uma conta no Nubank básica está rendendo 7,65 % anuais (ou 0,62 % mensais). Com o IPCA de setembro indo em 10,25 % (e nesse mês de outubro não deve mudar muito, talvez para pior), dá juros negativos anuais de - 2,35 % (bom, pelo menos melhorou um pouco). Ainda que o IPCA seja um índice usado para muitas coisas, ele não é totalmente preciso. Por exemplo, ele destoa bastante do IGP-M, que sofre mais influência do dólar e das commodities.

Não faria mais sentido um investimento em renda fixa que olhe a taxa de câmbio ou o ouro, se é que isso exista? Por exemplo, se o IPCA fosse medido em dólar americano para esse mês de setembro (30/09/2020 a 30/09/2021, seria isso?), daria em uma deflação de 2,73 %. Em ouro eu não sei em quanto daria.


Experimente ir para a França, Alemanha ou Suécia e poste no Twitter ou no Facebook que aquecimento global é uma fraude, que muçulmanos deveriam ser expulsos, que homossexualismo é doença e que lugar de mulher é em casa, e volte aqui para nos contar o que acontece.


William, quem está misturando as coisas é você, quando fala em "regime sócio-político-econômico".

Regime político é uma coisa; regime econômico é outra.

Politicamente a China é uma ditadura. Economicamente é capitalista (porque permite e incentiva a acumulação de bens de capital) e quase livre-mercado, como disse o Pobre Mineiro, que está lá e portanto tem alguma autoridade para opinar.



"Câmbio fixo com ajuste trimestral"

Esse segue a mesma linha da Tabata, autora do famoso tuíte que falava no "custo da distribuição gratuita".

"Separação gradual do mercado financeiro nacional do internacional"

Podia também fazer uma separação física: recortar o Brasil do continente sul-americano e rebocá-lo para o meio do Atlântico. Se é para ser uma ilha, vamos fazer direito.

"Proibição do uso de criptomoedas e conversão imediata dos valores em reais corrente dos mesmos ativos"

A conversão seria feita pelo Papai Noel ou pelo professor Dumbledore?


Caros.

E o exemplo do jogador de volei Mauricio de Souza ?

brasil.elpais.com/esportes/2021-10-27/comentario-homofobico-em-rede-social-deixa-mauricio-souza-sem-clube-e-sem-selecao.html

O detalhe é que ele teve aumento de seguidores em uma rede social:

diariodonordeste.verdesmares.com.br/jogada/mauricio-souza-chega-a-700-mil-seguidores-e-ironiza-nao-precisei-ficar-sambando-em-cima-de-cama-1.3153626

www.dci.com.br/esporte/volei/o-que-aconteceu-com-mauricio-souza-apos-a-demissao-do-minas/195383/


Será que pode ser uma mudança ?


A quantidade de energia consumida para minerar minério de urânio, separar o urânio, enriquecer o urânio, separar o material radioativo e estocar por milhares de anos é menor do que a energia produzida. A única vantagem é que essa concentração de energia é boa estrategicamente. Economicamente é uma furada.


Não é necessário criminalizar. Basta determinar que precisa ser declarado no imposto de renda e cobrar 90% de imposto de ganho de capital.


Sim. O porta-voz do PT, Fernando Haddad, já deixou claro em seu Twitter que o BTC será criminalizado no Brasil assim que os marginais voltarem ao poder.


Bitcoin na veia e, quando se aposentar, mude pra El Salvador. Vão te receber de braços abertos. Os hostis vão criminalizar e os meio hostis vão cobrar imposto. Brasil deve se tornar um dos hostis a quem compra Bitcoin.


Como vc impediria os ataques especulativos ao real?
Selic abaixo da inflação com com câmbio fixo? O que vc está falando?
Proibição do uso das criptomoedas no Brasil?
Alguém leva a sério o Brasil mesmo, os investidores simplesmente vão transferir os fundos para carteiras hard Wallets e negociar via Binance ou outras corretoras descentralizadas. Poucos investidores de criptomoedas iriam desfazer sua posição para o real.

Divisão dos bancos? Isso levaria a um encarecimento do crédito porque tornaria mais arriscado a atividade bancária. Não se melhora um serviço somente por quebrá-lo em vários pedaços.
Sem redução de impostos e desburocratização o serviço pode ficar ainda pior.

Também ao proibir o banco de expandir os seus negócios diminui o crescimento econômico. HSBC,JP Morgan,Goldman Sacks, BlackRock, os bancos tem que expandir seus negócios porque em um setor competitivo as margens são baixas.


Soluções simples só resolvem problemas simples. Quanto mais complexo um problema, maior a complexidade da solução requerida. Mesmo que eu aceite totalmente o argumento dos ambientalistas de que o aquecimento global existe e é, na maior parte, culpa do ser humano, quem garante que o plano que eles estão propondo é realmente o melhor dentre todos os outros possíveis? Literalmente estão pedindo para dar uma montanha de dinheiro para eles, abrir mão das nossas liberdades e de nosso conforto, para por em ação um plano que nunca foi testado. Se não der certo (ou se eles estiverem errados), vão devolver o que nós demos, ou vão propor um plano ainda mais maluco? The answer, my friend, is blowin' in the wind...


Enquanto isso, Macron quer expandir a energia nuclear na França (mais de 70 % da eletricidade do país vem de energia nuclear):

"France's nuclear drive offers chance of redemption for EDF"


Experimente ir em praça pública e criticar o governo chinês, depois volte aqui para nos contar o que acontece.


A agenda ESG é uma das maiores farsas atuais.
Uma boa leitura a respeito é o livro Woke, Inc.
Recomendo muito.


Desculpa mas vc nunca visitou um parque eólico, não há barulho nenhum

Geralmente são implantadas em locais inapropriados para agricultura

E existem protótipos menores e mais eficientes em escala piloto


É só cortar o nosso dinheiro suado que é dado a esses idiotas úteis! O Socialismo acaba quando o dinheiro dos outros acaba!


Pô Vc já refutou Mises? kkk Maconheiro!!!! Idiota Útil! Tu deve ser um Matuzalem então, Mises morreu há mais de 50 anos! Quem Sabe Ler e Escrever Não Apoia a Esquerda e sua ideologia mentirosa e genocida!


Sério que você me pergunta o que é "capitalista-socialista", no exemplo que eu dei sobre a China?

Ok. Vou explicar: a China, embora você veja mais "Capitalismo" e "livre iniciativa" na China do que no Brasil ( e Brasil não é exemplo de Liberalismo Econômico, nunca foi...), na China, e todos sabem disto, pois é fato; não tem liberdade política. Durante o auge da Fraudemia, pessoas foram acuadas pelo Estado Comunista Chinês. Empresários são presos porque criticaram o regime socialista, pois eu te lembro, caso tenha esquecido, que foi o infeliz do Mao que implantou o regime comunista por lá, em 1949 e este maldito regime sócio-político-econômico, jamais foi revogado, ou você se esquece que o sistema partidário é de único partido político, o Partido Comunista Chinês. Você se esquece que o atual líder do PCC foi escolhido pelos membros do politburo e que TODOS tem que obedecer o tal PCC, incluindo os religiosos ou estes e os outros, são presos.

Não pode haver liberdade econômica, Capitalismo, onde o Estado é muito forte e ele decide que tipo de vida a pessoa pode ter, qual religião ela deve seguir, e prender todos aqueles que discordam das normas do regime socialista, mantido, repito; pelo PCC: Partido COMUNISTA chinês.

Isso é Socialismo ou o conceito de socialismo foi alterado pela Nomenklatura Comunista? Caso o sistema político econômico da China seja Capitalismo, não Socialismo, eu sugiro a este renomado Instituto jogar no lixo, Mises e adotar Marx.

Cuidado, sr. Pobre Mineiro, para não misturar as coisas.

PS: sim, a Europa tem um monte de coisas erradas, em alguns países muita interferência do Estado, mas mesmo nestes, ainda não se chegou ao nível do PCC da "maravilhosa" China. E sim, na Europa tem vários países onde o Estado interfere pouco na vida das pessoas.

PS2: claro que o sr. tem todo o direito de defender a sua tese aqui, mas duvido muito que eu tenha esse mesmo direito lá, na "Capitalista" China.


"Algumas medidas para o Brasil sair do atoleiro econômico:"

Vamos ver:

"O câmbio também seria fixado para o Euro, o Yen, o Yuan, o Peso Mexicano e o Peso Argentino, e seria corrigido a partir da inflação nos países que emitem tais moedas "

Euro e iene até vai. Mas peso argentino? Só pode estar de brincadeira...

"O objetivo seria ilhar o mercado financeiro brasileiro o suficiente do resto do mundo, pois ele precisa ser direcionado para investimentos locais."

Mais ilhado do que já é? Acho difícil... Afinal de contas, é uma mamata abrir conta no exterior e mandar dinheiro para lá, a maioria dos braileiros faz isso. Usar moedas estrangeiras por aqui também é sopa, o próprio estado estimula fortemente isso.

"A SELIC, por sua vez, ficaria sempre abaixo da inflação, o que tornaria negativo o rendimento da poupança e de rendimentos indexados à SELIC. Isso tornaria muito menos lucrativo o investimento financeiro e o dinheiro seria revertido para o mercado acionário e para investimentos industriais... "

Foi exatamente o que ocorreu nos últimos anos. Cadê o aumento da produção industrial? Meu caro colega, o Brasil é o país mais anti-trabalho e produção que existe. População pouco qualificada, infraestrutura péssima, moeda cambaleante, tributos mil e legislação kafkiana. Em nada adiantará juros baixos em um ambiente assim.

"Lei anti-trust no sistema bancário brasileiro. Partição dos grandes bancos, inclusive estatais, do Brasil em bancos menores. Nenhum banco privado poderá ter agências em mais de 5 unidades da federação e os bancos estatais serão limitados na sua função de banco comercial, focando em banco de financiamentos. "

Boa sorte nessa empreitada. Que, afinal, vai resultar em quê? Que diferença faria particionar os atuais bancos em menores? Seriam subsidiárias dos atuais? E limitar seu campo de atuação para só 5 estados? Pra quê? Isso provavelmente aumentaria as taxas, já que perderiam escala. Deveria-se era simplesmente abrir o mercado para novos bancos operarem.

"Proibição do uso de criptomoedas e conversão imediata dos valores em reais corrente dos mesmos ativos."

Quais resultados espera disso? Uma ínfima minoria de brasileiros investem em criptos. Pra sorte dos burocratas e políticos. Mais uma vez diga-se.

"Depois de feito isso focar firme na redistribuição de renda."

Ainda bem que repetir bordões não é fato gerador de imposto, senão alguns iludidos por aí estariam nadando em guias de recolhimento...


Todos esses temas que levantou são parte da velha e manjada estratégia política de criar problemas para vender soluções. Muitos a desconhecem, porém, hoje com mais canais de informação disponíveis, as pessoas já estão despertando. Essa é a nova esperança.


Quem aqui já tomou a Black Pill? Ta ai, imposto global, ESG, agenda ambientalista e tudo bem depois de uma pandemia (há quem diga que a pandemia foi fabricada pra levar a tudo isso, ou foi uma oportunidade ocasional daqueles que esperavam por isso).

Enfim, quem tem esperança no mundo moderno? Sinceramente, vendo tudo, transfiro pra ouro ou bitcoin? Por onde pego minha riqueza e pra onde vou? O que vão fazer?



Algumas medidas para o Brasil sair do atoleiro econômico:

Câmbio fixo competitivo de ajuste trimestral - O câmbio seria fixo, ou seja, não mudaria toda a hora com base "no mercado". Mas não seria populismo cambial. O câmbio seria fixado entre US$ 1,00 = R$ 4,40 e R$ 4,50, o que seria um câmbio competitivo (em relação ao câmbio natural de R$ 3,80) porém não super-desvalorizado como o atual. O câmbio também seria fixado para o Euro, o Yen, o Yuan, o Peso Mexicano e o Peso Argentino, e seria corrigido a partir da inflação nos países que emitem tais moedas (Ex: se a inflação nos EUA for menor, desvaloriza-se o câmbio, se for maior valoriza-se o câmbio no percentual de diferença). Com o câmbio fixo, o mercado produtivo teria segurança dos preços, e mais investimentos de longo prazo seriam feitos. Também, com o câmbio fixo, acabaria a especulação cambial.
Separação gradual do mercado financeiro nacional do internacional - Assim, reduziria-se a interconexão entre os dois, separando o mercado financeiro brasileiro para melhorar o controle necessário sobre ele. Limitariam-se o volume de dinheiro que instituições financeiras poderiam mandar para fora e trazer de fora. Suporte seria dado para o mercado financeiro nacional comprar ações e títulos de fora, assim como seria gradualmente reduzida a presença de agentes financeiro externos. O objetivo seria ilhar o mercado financeiro brasileiro o suficiente do resto do mundo, pois ele precisa ser direcionado para investimentos locais.
Apoio à gradual redução dos juros gerais da economia - Não somente da SELIC, mas se buscaria uma redução geral do sistema de juros da economia. Para isso se buscaria tanto melhorar a saúde financeira da população (população mais endividada = juros maiores), assim como a criação de limites legais. A SELIC, por sua vez, ficaria sempre abaixo da inflação, o que tornaria negativo o rendimento da poupança e de rendimentos indexados à SELIC. Isso tornaria muito menos lucrativo o investimento financeiro e o dinheiro seria revertido para o mercado acionário e para investimentos industriais.
SELIC abaixo da inflação tem impacto inflacionário. Mas também é necessário para dirigir os recursos para setores produtivos. Para conter o impacto inflacionário é importante controlar a oferta de crédito. Deve-se restringir a oferta de crédito ao consumo (pessoas terão menos acesso ao crédito do cartão e outra opções) e o crédito seria destinado à indústria.
Lei anti-trust no sistema bancário brasileiro. Partição dos grandes bancos, inclusive estatais, do Brasil em bancos menores. Nenhum banco privado poderá ter agências em mais de 5 unidades da federação e os bancos estatais serão limitados na sua função de banco comercial, focando em banco de financiamentos. Ter um sistema bancário descentralizado e sem oligarquização foi uma das bases do desenvolvimento dos Estados Unidos no século XIX.
Proibição do uso de criptomoedas e conversão imediata dos valores em reais corrente dos mesmos ativos.
Depois de feito isso focar firme na redistribuição de renda.


"1- Restrição no consumo de água e luz;"

Acho difícil que aconteça assim abertamente pois hoje tudo depende de energia elétrica, restrições provavelmente causariam revoltas e tumulto político. O que talvez aconteça é que criem um tipo de "cota de consumo consciente" e usem a mídia pra envergonhar e rebaixar quem gasta mais, as hordas de zumbis canceladores já devem estar salivando.

"2- Proibição de consumo de carne"

Amigo nem brinque com isso, se hoje a caça desordenada já é um baita problema em muitos lugares (geralmente terras estatais ou de amigos do estado), espere pra ver o que vai acontecer se o comércio legal de carne for proibido, a caça se tornaria um negócio extremamente lucrativo, provavelmente veríamos espécies sendo extintas às dezenas todos os anos. Isso sem falar que não dá pra descartar que surjam facções criminosas, traficantes de carne nas grandes cidades, piorando ainda mais o que a proibição das drogas já causou. Tanto ambientalistas quanto especialistas em segurança pública deveriam estar frontalmente contra isso...

"3- Teremos créditos de carbono, uma especie de passaporte que vai controlar tudo o que consumimos e a quantidade de carbono que despejamos na atmosfera. Com base nisso, seremos restringidos em muita coisa"

Não duvido nem por um segundo que tentarão implementar isso, mas logo acharão jeitos de burlar o sistema, as pessoas sempre acham.

"4- Falência de empresas e cooperativas agrícolas"

As que não falirem vão se mandar pra China ou Rússia, dois países que não parecem dispostos à abaixar a cabeça pra toda essa boiolice.

"5- Teremos de pagar imposto pro oxigênio (tipo pagar pra respirar)"

Por mais que este seja cômico, muito me impressiona ninguém ter sugerido isso ainda.

"6- Plantar e colher será limitado (em alguns locais será totalmente proibido). Teremos que comprar todos alimentos do "Mercado Global"."

Sim, somente alimentos "aprovados pelos órgãos (in)competentes" serão permitidos, felizmente isso é muito difícil de controlar, pelo menos fora das cidades grandes.

"7- Fim da propriedade privada (Lembram do Klaus Schwab: Em 2030 você nao terá nada e será feliz?)."

Que propriedade privada? Aqui no Brasil pelo menos a sua casa não é sua, você paga um preço absurdo por ela (graças às políticas estatais de estímulo no setor de construção civil), depois paga rios de imposto todo ano, pra no final das contas o estado poder tomar ela de você sem mais nem menos, não preciso nem falar do MST e lixos afins. No seu negócio então, à menos que você tenha boa conexões políticas qualquer fiscalzinho meia bunda da prefeitura manda mais nele que você.


Maurício Souza é um excelente atleta. Não vai demorar muito para ele encontrar outro clube para jogar, talvez até melhor do que o anterior.


Estava pensando em como essa disparada de preços, juntamente com menores gastos globais em extração tem impactado os resultados das petrolíferas ?

Usar esse slogan ESG deve estar sendo muito bom para criar e manter um desbalanceamento da oferta e demanda, e lucrar com isso.

Sei lá estava só pensando


Que extremismo de direita ?.

O Brasil nunca teve um governo de direita, já teve governos MENOS socialistas do que os do PT e PSDB.
Até os governos militares foram altamente socialistas, só foram menos socialistas do que o que tinha na época, que queria transformar o Brasil numa grande Cuba.

Esse é o único mérito do Bozo, ser menos socialista do que o Haddad.

Terceira via não tem chance, como já foi falado aqui no Mises, brasileiro detesta elite.
Sérgio Moro não tem chance, ele é um engravatado bem sucedido e rico, perfil que enoja o povão brasileiro.

O capitão só ganhou porque tinha um jeito bem ralé de ser, fosse ele um general que medisse mais as palavras, não ganharia.


Capitalista-socialista é uma tragédia só! A China está aí para confirmar essa regra de ouro.

Explique melhor isso, não a regra de ouro, mas o que você "sabe" sobre a China.

Pois eu moro na China há mais de um ano e vejo muito mais capitalismo e livre mercado aqui do que via no Brasil.
Me atrevo a dizer que a China hoje é mais capitalista do que a Europa. (Já morei na Alemanha também)




Não é o que dizer esses dados: pt.countryeconomy.com/demografia/homicidios


E aí, acharam ruim as restrições do Covid?

Então se preparem oara as restrições ambientais e climáticas. Essas serão totalmente desumanas e farão o Nazismo parecer uma brincadeira de criança!

1- Restrição no consumo de água e luz;
2- Proibição de consumo de carne (segundo o eugenista Bill Gates, a carne é a responsável pelo aquecimento global);
3- Teremos créditos de carbono, uma especie de passaporte que vai controlar tudo o que consumimos e a quantidade de carbono que despejamos na atmosfera. Com base nisso, seremos restringidos em muita coisa;
4- Falência de empresas e cooperativas agrícolas;
5- Teremos de pagar imposto pro oxigênio (tipo pagar pra respirar).
6- Plantar e colher será limitado (em alguns locais será totalmente proibido). Teremos que comprar todos alimentos do "Mercado Global".
7- Fim da propriedade privada (Lembram do Klaus Schwab: Em 2030 você nao terá nada e será feliz?).

É isso aí, bem vindos ao novo normal, de George Orwell 1984. Onde não poderemos mais pensar, nem nos expressar e nem fazer nada que os ditadores globalistas não autorizem. Afinal de contas, eles estao querendo apenas "Salvar o Planeta e o Meio Ambiente".



Você caiu na armadilha (não se preocupe, eu também caí antes). Os dados mostram que as políticas da Dinamarca, da Finlândia e da Noruega foram ainda menos restritivas que as da Suécia.

Sim, desde junho de 2020, Finlândia e Noruega passaram a adotar políticas menos restritivas que as da Suécia.

O site "Our World in Data" mostra o índice de rigor ("stringency index") adotado pelos governos. Quanto maior o número, maior o rigor. Finlândia, Dinamarca e Noruega têm números mais baixos que os da Suécia, o que significa que seus governos foram ainda menos rigorosos.

Não discuta comigo. Discuta com a fonte.

ourworldindata.org/grapher/covid-stringency-index?stackMode=absolute&time=2020-11-12®ion=World

Além de não haver obrigatoriedade do uso máscaras, e os finlandeses dizem que para eles "a vida nem mudou muito".

www.euractiv.com/section/languages-culture/news/finland-europes-quiet-success-in-covid-19-fight/

De novo: não discuta comigo; vá discutir com os finlandeses.

Não é à toa que esses países simplesmente sumiram da mídia.

How Finland and Norway Proved Sweden's Approach to COVID-19 Works

Hora de criar outra narrativa…



Há muito tempo, eu não lia algo tão esclarecedor sobre o que está acontecendo na economia principalmente no setor energético. É sabido que precisamos fazer alguma coisa por causa do aquecimento global.

Estas intemperes climáticas provam isso. Mas dessa forma xiita que está sendo feita, só vai aumentar o preço do petróleo, do gás, etc, irá dificultar tudo. Tomará que não aconteça uma crise energética mundial.
É verdadeiro e monstruoso tiro no pé, ou pela culatra, como citou o articulista!!
E como sair desse imbróglio, será algo muito difícil!!




Amigos, sobre a Suécia, ela não fez lockdown mas sua queda economica foi igual ou parecida com os escandinavos que fizeram. Eai como explicar isso?

João amoedo ta espalhando isso, que a retração dos nordicos foi igual e que logo lockdown n faz diferença


Não, e essas figuras são tão tapados que esqueceram algo que está aí para acabar com os problemas ambientais gerados pela indústria do petróleo: mecanismos de captura de carbono. Esses sistemas catalisadores de última geração deixam aprisionados todos os gases tóxicos que os motores e geradores convencionais produzem, armazenando-os na forma de resíduos líquidos.

Várias startups já estão investindo e atraindo investimentos para essa tecnologia, uma delas é a norte americana Remora Carbon. O mais legal é que esses resíduos podem ser reaproveitados pelas indústrias da construção civil e química.

E os ecobobos fingem que não estão vendo. O progresso sempre se sobressai contra as ideologias baratas!


O que será que o Jorge pensa sobre os dias atuais? Basta ver o que se passou nos anos 2014, 2015 e 2016, com uma herança maldita ainda deixada para Temer e Bolsonaro.


Leandro, pretende fazer uma versão desse artigo para o governo Bolsonaro? Seria muito bom, evidentemente.



Grande e oportuno artigo!

Eu lembro nos anos 80 a "turma" reclamando das usinas nucleares que seriam construídas na região de Peruíbe, litoral sul de SP. Essa palhaçada de evitar "danos ambientais" já começava a pipocar no mundo, no Brasil. Eu, muito jovem, caí naquela época no conto que o "meio ambiente" tem que ser preservado. Felizmente, nunca fui de sair às ruas em passeatas imbecis, aliás, nenhuma delas, mas defendia o discurso mentiroso que as esquerdas à época, pregavam.

Felizmente, percebi que energia tem que ser usada, extraída de todas as formas possíveis, pois vimos o que aconteceu no Texas no último inverno, devido ao maldito discurso da esquerda.

Como foi lembrado aqui, o "ambientalismo" é a nova bandeira da esquerda ( todas as formas de esquerda...), no mundo. Os esquerdistas perceberam que o velho chavão da defesa do pobre contra o malvadão capitalismo, não colava mais.

Essa jovem, controlada pela turma do Soros & outros, é ouvida por líderes mundiais justamente por defender o que eles querem fazer com o mundo, claro, exceto eles, que continuarão usando e abusando das energias nucleares e de fósseis.

A Terra, o planeta, é igual a qualquer outro ser vivo: nasce, cresce e morre. Ora está bem, ora está doente ( até por depender muito das condições solares, em termos de variação da temperatura....), então, não é o bicho humano, culpado pelas variações climáticas, que, segundo estudo mais sério, demonstra que o planeta está esfriando, não aquecendo, algo normal dentro dos ciclos de vida da Terra.

Difícil é convencer o grande número de imbecis ( que vivem a "realidade" das redes sociais, via smartphones...), que tudo que a esquerda prega é mentira.

Parabéns a esse importante Instituto por publicar artigos como esse, além de outros vários que demonstram aos leitores ser o Estado um grande câncer que mata cada vez mais. Vida? apenas sem o Estado atrapalhando.

Nota-se também, como altamente negativo, o fato de muitos capitalistas aderirem ao socialismo, além de promovê-lo constantemente.

Capitalista-socialista é uma tragédia só! A China está aí para confirmar essa regra de ouro.

Abs.


"Esta havendo uma escassez de vento" Isso porque eles não chamaram nossa famosa estocadora de ventos.
Mas, seria possível criar lagos artificiais de hidreletricas com a água bombeada pela energia das eólicas e solar assim o fornecimento ficaria menos intermitente. E os custos seriam menores que baterias quimicas.



Agora é tudo passado, pois estamos no pé do reator de fusão. Energia limpa, mas conhecendo os ambientaloides eles vão inventar também alguma restrição até pra esses reatores. O importante é manipular as mentes da opinião pública contra o setor produtivo, já que é daí que eles tiram o financiamento para seus movimentos.

Ambientalista nenhum faria barulho sem financiamento. Não são uns pobretões lutando contra o demônio capitalista. Não se compra um navio de milhões pra jogar contra outras embarcações sem ter milhões pra comprar esse navio. Ambientalismo é um negócio lucrativo.


O interessante é que, enquanto aqui no Brasil o índice de preços ao produtor começou a explodir já em 2020 (algo que eu já denunciei no ano passado), nos países desenvolvidos tal fenômeno só passou a acontecer nesse ano de 2021, normalmente de maneira mais contida do que aqui.

Isso mostra que, a despeito da baderna nas cadeias de suprimento, o fenômeno monetário nunca deixa de ter uma parcela da responsabilidade.


E para confirmar as informações do artigo aqui está uma notícia recente sobre os ecobobos indo implorar para o cartel da OPEP produzir mais petróleo. É risível, estamos em um mundo cada vez mais esquisito e errado. Vejam:

www.moneytimes.com.br/eua-e-japao-vao-bater-a-porta-da-opep-para-impedir-petroleo-acima-de-us-100/amp/


Chapa... não é pq na época da escravidão ser aceitável se terem escravos que era um sistema bom ou eticamente correto

Estados são um lixo, ainda é como na época do Rei, só que modernizado, mais light, mas igualmente eticamente errado



Lembrei dessa notícia. Queria ver no Bloomberg, mas não dá para ler tudo.

Taxa de 1 % para um país como Equador está totalmente fora da realidade. O país é extremamente instável (pior do que o Brasil), há pouquíssima liberdade econômica e o governo está bastante endividado (declarou moratória no ano passado).


Tecnocratas ricaços chegando a Glasgow em jatinhos privados, hospedando-se em luxuosíssimos hotéis 5 estrelas, e andando de limusines com chauffeurs em amplas comitivas irão passar as próximas duas semanas nos dando sermões sobre como devemos reduzir nosso padrão de vida.

E com todo o apoio da esquerda.


Sim. Essa seria a Selic. Mas a Selic também é a taxa do interbancário. Não sei o motivo de haver esse descolamento tão grande lá. A Selic deles está em 9%, mas o interbancário está em 1%.

Aliás, se a Selic deles realmente é de 9% ao ano, em dólares, então trata-se de um dos investimentos mais espetaculares da terra. Americanos que não estão aplicando lá estão deixando muito dinheiro em cima da mesa.

É por isso que eu acho que não está fazendo sentido.




[Energia nuclear] É a forma de energia mais perigosa que existe.

Isso é o mesmo que dizer que avião é o meio de transporte mais perigoso que existe. De fato, os acidentes sempre tendem a ser desastrosos. Porém, exatamente por essa razão, há rígidos protocolos de segurança que buscam mitigar isso, fazendo com que esses acidentes sejam raros. Daí o fato de tanto o meio de transporte como a forma de energia serem considerados os mais seguros de todos.


Johansson, mas os nórdicos não são os socialistas? Kkk, mudou? Não estou falando para provocar não, eu me desliguei das notícias então talvez tenha mudado e eu não fiquei sabendo.


O problema de Chernobyl era de projeto. A água radioativa, que deveria ficar confinada dentro do reator, era utilizada diretamente nas turbinas de geração (em outras palavras, não havia distinção entre os circuitos primário e secundário, eram ambos um só).

O que houve foi um acidente na turbina - e não no reator - mas por conta disso, vazou toda a radioatividade do reator.

Desnecessário dizer, projeto estatal e socialista.


No acidente de Fukushima (causado pela incompetência estatal*) o total de mortes foi de exatamente UMA pessoa.

E foi o único acidente grave em todo o mundo civilizado (deixando de lado Chernobyl e os malucos soviéticos).

Quantas pessoas já morreram na construção de hidroelétricas?

Quantas pessoas já morreram na exploração de petróleo? E em refinarias?

Quantas pessoas já morreram na instalação de parques eólicos?

Energia nuclear segue padrões de segurança incomparáveis com as outras opções. Poderiam ser melhores ainda se os políticos e o governo não se metessem no que não entendem.

* Para deixar bem claro: existem milhares e milhares de regulamentos, normas, carimbos e certificações exigidos pelo governo para cada detalhe de uma usina. Dá para dizer que o projeto da usina é feito mais pelos burocratas do governo do que pelos engenheiros. E todos os regulamentos e normas resultaram em uma usina construída no litoral e que tinha os geradores de emergência colocados abaixo do nível do mar. Dá para ser mais incompetente que isso?



É a mais limpa, mas não a mais segura, muito pelo contrário...

É a forma de energia mais perigosa que existe. Chernobyl e Fukushima mandam lembranças.


Sim, foi um truque genial do Soros.

1- Vamos colocar uma criança autista para falar abertamente barbaridades sobre exterminar a população.

2- Quando as pessoas reagirem agressivamente (e irão reagir, pois ninguém é obrigado a ficar passivo perante uma ameaça de extermínio), vamos apontar que elas estão sendo intolerantes e violentas com uma mera criança.

3- Ganhamos a briga. O gado pronto para o abate será visto como violento e reacionário, já os abatedores serão vistos como iluminados e redentores.

Não tem como perder. Os indivíduos de todos os países serão forçados a abrir mão de sua soberania e independência energética e se submeterem a uma ordem globalista que não foi eleita por ninguém.


Qual a energia mais eficiente, limpa e segura que temos acesso?

Energia Nuclear.

Mas quando você vê que o gado ambientalista fica alvoroçado quando se fala isso, fica mais do que claro que não estão querendo resolver problema nenhum e sim seguir a narrativa que seus donos mandaram.


Pegando a deixa da foto, vale ressaltar que a agenda ambientalista ganhou adeptos entre os jovens exatamante por causa da Greta.

Eis como criar um movimento político:

* Encontre uma criança com alguma instabilidade psíquica ou emocional

* Conte a ela várias estórias de horror

* Adestre a criança a aprender a repetir essas histórias de horror

* Grite, chore e faça estardalhaços até conseguir atenção e fazer com que políticos se encontrem com a criança

* Dê aos políticos a chance de posar para fotos com a criança

* Xingue, calunie e difame qualquer pessoa que ousar questionar os "ensinamentos da criança".


Reconheçamos: os ambientalistas deram uma aula de estratégia.


Curioso, pois a taxa de juros dos depósitos interbancários, que é exatamente o equivalente à nossa Selic, está em 1%, próxima da americana.

Dado que ambos os países utilizam o dólar, essa de fato é a taxa mais realista.

tradingeconomics.com/

Não sei o motivo de haver esse descolamento tão grande entre a taxa do interbancário e a taxa básica do país.


Pessoas, alguém sabe como que funciona o controle da taxa de juros no Equador, já que ainda há o banco central? Apesar de dolarizado, segundo o Trading Economics:

"In Ecuador, interest rate decisions are taken by the Central Bank of Ecuador´s Governing Council. The official interest rate is the Benchmark Lending Rate (Tasa Activa Referencial)."

Procurei pela "Resolución N°437-2018-F" e pela lei que dolarizou o país, mas não esclareceu como é feita essa política. O site do BCE não está entrando (não sei se acontece só comigo...). Antes da dolarização, era parecido com o atual BCB, agora essa taxa básica de juros varia quase todo mês.

De curiosidade, o padrão de crescimento do M1 no país não mudou em 2020. Então no mínimo não houve uma política pombalista extrema, como vimos em quase o mundo inteiro.

Seria uma espécie de convênio com o Federal Reserve? Como é feito esse controle?

Obrigado pela atenção!


Sim. Foi exatamente esse o meu ponto. O encarecimento desta commodity apreciou a moeda do país exportador desta commodity.


Faltou ele dizer que, no período dele, a Selic era maior que 14%, e os juros reais eram os maiores do mundo — o exato oposto de hoje.

Com Selic de dois dígitos e juro real sem par ao redor do mundo, atrair capital especulativo e apreciar a moeda é sopa.


O Meirelles deu outra entrevista recentemente. Ele falou de que as commodities mais caras significam dólar mais barato para o Brasil, entretanto isso não está acontecendo por causa dos distúrbios atuais do Brasil. Disse de que durante a sua gestão no BCB, a confiança fez com que o dólar caísse no País, começando com dólar "entrando no Brasil" por investidores. Falou de que esse fenômeno de "bancões" estatais só existe no Brasil, já que até na França os bancos estatais foram recentemente privatizados.

Ele mencionou sobre a reforma administrativa do governo do estado de São Paulo? O que mudou na prática?

Fico me perguntando se com o Meirelles como Ministro da Economia mudaria alguma coisa com relação à essa parte fiscal. Na parte da moeda, com certeza estaríamos melhores. Pelo menos com a cara dele de durão ele seria mais levado a sério (só ia faltar um charuto).


Tem sido uma das poucas moedas que se valorizaram no mundo ante o dólar. Mas a questão é: não seria isso por causa do encarecimento em si do gás natural e do petróleo, commodities que compõem uma grande pauta de exportação do país?

Os juros altos no banco central de lá e a presidente que é bem-vista ajudam também na moeda.


"Dado o fato de que a União Europeia e os Estados Unidos até hoje estão com as sanções impostas contra a Rússia, até que ponto isso será usado com relação ao gás natural que os russos exportam para o resto da Europa?"

Em nada. Putin está com as cartas na mão. Se ele girar fechar a torneira, os europeu congelam.

"Do ponto de vista ambiental, o carro usar álcool da cana causa menos impactos ao meio ambiente do que gasolina?"

O etanol é menos poluente. Só que também é menos eficiente (consome mais).

No Brasil, não faz muita diferença.

O Pró-Álcool, os carros "flex" e as trágicas consequências da intervenção estatal na nossa gasolina

"Essa histeria ambientalista é nada mais do que uma metamorfose do comunismo original. Como eles sabem que uma economia comunista iria matar quase todo mundo de fome, então é melhor impor várias regulações."

Sim. E tem todo o apoio do Beautiful People.

"Agora dos impactos ambientais causados para obter as matérias-primas de baterias (para carros elétricos) e peças para painéis solares e turbinas de usinas eólicas ninguém fala…"

Porque aí acaba todo o debate. E perde-se a "glória de mandar", como dizia Camões.


Só sei que o Rublo Russo se valorizou fortemente desde que ficou claro que a Europa vai precisar importar muito gás da Rússia neste inverno:

ibb.co/2k8X15r


Quem está por trás está ganhando aquilo que sempre interessou: poder e controle sobre o resto das pessoas.

Isso vale muito, mas muito mais do que dinheiro.


Melhora um pouco. No próximo reajuste, a alíquota do ICMS não incidirá sobre o novo valor, mas sobre o congelado. Aí o aumento nominal acabará sendo menor.


Eu já tive essa ansiedade, creio eu.

Muitas pessoas falaram que sofreram doutrinação esquerdista nas escolas (naquele estilo marxista clássico). No meu caso, foi mais coisa ambientalista mesmo. Felizmente depois de 2013 eu me livrei dessa praga, após ver o documentário "A grande farsa do aquecimento global".

Pergunta se a alta burocracia e a elite esquerdista vai deixar de usar jatinhos particulares para preservar os minhocuçus na Amazônia...



Dado o fato de que a União Europeia e os Estados Unidos até hoje estão com as sanções impostas contra a Rússia, até que ponto isso será usado com relação ao gás natural que os russos exportam para o resto da Europa?

Do ponto de vista ambiental, o carro usar álcool da cana causa menos impactos ao meio ambiente do que gasolina?

Essa histeria ambientalista é nada mais do que uma metamorfose do comunismo original. Como eles sabem que uma economia comunista iria matar quase todo mundo de fome, então é melhor impor várias regulações.

Agora dos impactos ambientais causados para obter as matérias-primas de baterias (para carros elétricos) e peças para painéis solares e turbinas de usinas eólicas ninguém fala...


Eu não entendo qual o real o interesse de quem está por trás dessa agenda ambientalista. O que eles têm a ganhar com isso? Será pura cegueira ideológica e sinalização de virtude? A Europa e EUA estão pagando muito caro por essa ideologia.


Jefferson,

Bem expuseste, caro! Em geral são os endinheirados, com mentalidade de Leblon da novela das 9 da Globo, que defendem com ardor tais palhaçadas!
É o segmento que mais aplaude qualquer sandice, não apenas a agenda verde do artigo, como as demais que conhecemos bem...
Se amanhã a ONU ou OMS determinarem que veneno de cascavel é saudável e protege contra vírus perigosíssimos, no mesmo dia esses elitistas o consumirão, e caso a maioria deles morra, abafarão de todas as formas, alegando serem "fake-news".
Como alguém pode desejar pôr filhos neste mundo? A idéia de não tê-los não é de todo o pior, não...


Temos aptrendido que no século XXi, apenas três coisas são saudáveis:

1) Fumar maconha

2) Ser passivo em relações sexuais homo-eróticas.

3) Brincar de roleta-russa.

#1 - Já há estudos sobre a cannabis causar de perda de memória à impotência sexual.

#2 - Também há estudos sobre câncer retal e mesmo micro-organismos serem despachados ao coração via corrente sangüínea por conta das fissuras anais, que várias vezes geram sangramentos.

#3 - Me refiro a pegar um revólver, pôr um projétil no tambor, girá-lo, apontar a arma sobre a cabeça e apertar o gatilho? Não, mas tão perigoso quanto, essas doses extras das vacinas contra a COVID-19, cuja mais segura (teoricamente), a Pfizer, tem eficácia limitada de um semestre, sem contar as seqüelas potenciais e mesmo os óbitos.

O Apocalipse demorou demais para chegar! Já venho brindando coisas como "Ao fim dos tempos!"


E pensar que esta insanidade ganhou força em 2019, por conta de uma adolescente histérica de 16 anos que lançava sdeus ataques coordenados por comunoglobalistas contra governos como o do Brasil atual, mas mantém-se silente quanto à terra da COVID-19, que é o maior poluidor da Terra, mas bem protegido de críticas por saber comprar o agrado da mídia mainstream, nativa de um dos países mais progressistas do planeta...



Qualquer agenda que defenda mais poder estatal e mais esbulho sempre atrairá os maiores sociopatas do mundo. E estes não têm idade mínima.


Não conseguiram abolir o capitalismo via comunismo, agora irão tentar via ambientalismo. E esse tem enormes chances de funcionar, pois é abraçado por quase todos os políticos do primeiro mundo.


É difícil pensar num programa político mais claramente elitista, higienista e anti-pobre do que essa tese de "aquecimento global". Em nome de se estar combatendo algo que nem existe, os pobres tanto do primeiro mundo quanto do terceiro mundo devem ser esbulhados via preços maiores e ser proibidos de qualquer chance de melhorar de vida, pois qualquer industrialização será proibida.

E a esquerda ainda diz que a direita é que é contra os pobres.


A agenda ambientalista tem uma poderosa capacidade de injetar culpa nas pessoas. Isso tem que ser estudado.

Você come um churrasco com a sua família, e está destruindo a Amazônia. Se for bovino então, pior ainda, já que as vacas estão também manipulando o clima global. Tudo ao seu redor perde sentido. Para que viver, se daqui 10 anos tudo irá se acabar? Para que investir, poupar e ter baixa preferência temporal? E depois de estar nesse estado de vulnerabilidade, os políticos e burocratas (os mesmos que não sabem nem fazer uma calçada). Você não pode agora ter filho, porque está contribuindo para superpopulação e para as mudanças climáticas.

Você vive o tempo todo com remorso, ansiedade e medo. Basicamente todo o seu modo de vida está destruindo o seu próprio futuro, que será apocalíptico. Googlem "climate change anxiety" e vocês verão como crianças e pré-adolescentes estão sendo manipulados.


E a energia eólica é péssima para o meio ambiente. Aliás, é provavelmente pior do que queimar carvão.

1) Grandes áreas de terra são necessárias para se produzir uma quantidade significativa de energia.

2) A produção e a instalação de uma única torre gera uma emissão de pelo menos 300 toneladas de CO2 (só o volume de concreto necessário para deixar a torre estável é monstruoso, e penetra muito fundo no solo).

3) Quando o vento está girando a turbina, a poluição sonora é enorme. Além de perturbar animais e pessoas, as hélices fazer um verdadeiro genocídio de pássaros.

4) Na época do ano em que mais se precisa de energia, as turbinas falham (no Texas recentemente, em que houve uma inesperada onda de frio, elas congelaram e pessoas literalmente morreram de frio). Se estiver frio e ventando forte, as turbinas congelam.

"Despite the high wind, frozen turbines were discovered to rotate substantially slower and even shut down from time to time, resulting in up to 80% of icing-induced turbine power losses during the icing event."

www.pnas.org/content/118/42/e2111461118

5) As lâminas das turbinas têm uma expectativa de vida finita. Não mais do que 20 anos. E não podem ser recicladas, pois são um composto de diferentes materiais. Removê-las das torres para um aterro adequado requer vários caminhões percorrendo longas distâncias.


Gás natural é uma das mais eficientes fontes de energia do planeta. Fornalhas e sistemas de aquecimento que usam gás natural têm uma eficiência de 90% (descontando-se a energia necessária para conduzir tudo pelo encanamento desde a fonte até os imóveis).

Nunca entendi ambientalistas serem contra o gás natural. A exploração de gás natural deveria ser a prioridade não só de bancos de investimento como também de grupos ativistas ambientais. A própria disponibilidade de energia solar e éolica depende de gás natural. E nenhuma quantidade de dinheiro estatal pode mudar isso.

Em suma, estupidez total.



Exemplo ilustrativo e cristalino de como uma ideologia insana e minoritária, porém poderosa e com boas conexões políticas leva a decisões imbecis e consequentemente afeta o padrão de vida de bilhões de pessoas.


E o mais recente caso? Do jogador de vôlei Maurício Souza!

Hoje não se pode sequer tecer objeções por conta de um mero personagem de quadrinhos, para que a patrulha quadrúpede do PC o cace impiedosamente!

Ao menos, nas redes sociais, vemos que foi um tiro dado no pé, vindo dos progres, considerando que o número de seguidores do atleta de quadruplicou a quintuplicou! O jogador é agora mais famoso do que já fosse antes disso, a despeito da gritaria dos PSOLs ambulantes que ganham moeda forte, vivendo em lugares bem capitalistas.