clube   |   doar   |   idiomas
Últimos comentários


Com relação ao fato de a moeda ser deflacionada, leiam este artigo. "não existe problema algum em uma moeda ser deflacionaria" pelo contrario existe beneficio quando o motivo da deflação não se da por influencia do governo. www.mises.org.br/Article.aspx?id=163


cara, de inicio posso dizer que e estranho sua descricao. os saques pelo que pude verificar, ocorrem com o envio de ted apenas para uma conta corrente de posse do proprietario da conta no site (o mesmo ocorre quando vc faz o aporte) eles exigem que vc seja o proprietario da conta bancaria que enviou o recurso (isso evita lavagem de dinheiro). uma falha pode aparecer em um caso apenas, e possivel enviar recurso em bitcoin para uma carteira de bitcoin de terceiro, como se estivesse fazendo um pagamento. entáo verifique de que forma foi feito a transferencia se foi para uma carteira como expliquei, vc teve seu pc invadido (nao, um antivirus náo te protege disso, pobres inocentes os que acreditam nisso) agora se a transferencia foi feita para um banco, vc tem acesso a ag. e conta corrente com isso em maos da para saber para onde foi. cara no minimo mal contado este causo apresentado aqui. me cheira a bait.


Você trocaria tudo o que você tem hoje, todo o seu padrão de vida atual, para viver em 1915 com um bilhão de dólares?


Estamos falando da comparação de riqueza entre duas pessoas.

Riqueza é medida pela quantidade de bens e serviços disponíveis.

O valor de bens e serviços é subjetivo.

Logo, riqueza é subjetiva.

Conclusão: a comparação entre a riqueza de dois individuos é subjetiva.

Obs: o próprio autor diz isso no texto.


Valor de bens e serviços?! E desde quando isso está em discussão, meu caro?

Estamos falando de acumulação de capital, investimentos, e aumento maciço na oferta de bens e serviços. Todos esses são fenômenos que elevam nosso padrão de vida ao longo do tempo.

É isso o que está em discussão, e não o preço das coisas (que nem sequer é o tema do artigo).

Você cometeu um erro teórico e está tentando talk your way out of it.




As teles Brasileiras estão apoiando e só pode vir -- desculpe a palavra -- trolh2 em cima do consumidor. Elas vivem em um mercado cartelizado, achar que só o fim da neutralidade da rede vai acabar com isso é inocência, assim como existe privatização falha, pela metade, que acaba dando força para cartéis, existe desburocratização falha, que acaba aumentando os lucros dos cartéis e os custos aos consumidores. O que elas mais quebrem é achar uma desculpa para cobrar mais por serviços que são suas concorrentes diretas.

Muitas das ISP nacionais ofertam TV por assinatura, nada melhor do que cobrar muito para o seu filme pirata ou a Netflix, neutralidade da rede permite que o ''pacote especial com netflix'' seja mais desvantajoso..

O pacote com ''rede p2p'' , que consome muita banda, custe caro (vai pagar a mais pra minerar bitcoin)


Hipoteticamente , seria uma oferta de serviços personalizados , na prática, é um fortalecimento de um cartel Brasileiro


Falso. Não é uma contingência. É um fato verificável na prática e explicável pela teoria.

Em outras palavras, trata-se de uma constatação empírica, a qual também é explicada pela teoria (um século de acumulação de capital).


Afirmei que a frase "Sim, você é hoje mais rico que um Rockefeller em 1915" é uma contingência.

Falso ou verdadeiro?




Não?! Sorry, mas ele te rebateu direitinho. Vou até colar:

O autor apresentou fatos e argumentos mostrando que um classe média hoje tem acesso a muito mais coisas (que elevam seu padrão de vida) do que um bilionário em 1915.

Isso, sinceramente, nem sequer é uma questão de opinião, mas de fato.

Tudo o que existe hoje e que nos traz conforto, bem-estar e melhoria em nossa qualidade de vida (sendo que várias a preços irrisórios ou mesmo nulos) não existia em 1915.

Logo, dizer que estamos melhores hoje do que estaríamos se vivêssemos em 1915 não é uma questão de contingência, mas sim de realismo.


"Considerando que praticamente toda a população mundial vive praticamente a vida toda em um raio de aproximadamente 10 km de sua casa, locomoção não seria um problema."

Ou você é um matuto que nunca saiu da sua roça, ou você é um solitário na vida que não tem nem com quem viajar e nem sequer pessoas a visitar em outras cidades. Nunca deve ter entrado num avião. Que dó.

Problema nenhum com essa sua vida, é claro, mas o que não dá é você dizer que a locomoção de hoje é a mesma coisa de 1915. Isso atenta contra a lógica.

"Hoje trabalhamos tanto que mal temos tempo de desfrutar da maioria dos benefícios ditos."

Ah, isso explica tudo. Você deve ser alguém muito improdutivo. Apenas pessoas improdutivas, que geram pouco valor a seus empregadores, e que não têm capacidade de arrumar nenhuma ocupação mais bem remunerada reclamam de que trabalham muito.

São pessoas que, por se saberem improdutivas, morrem de medo de perder seus empregos. Consequentemente, aceitam ser exploradas e se submetem a longas jornadas de trabalho (durante as quais quase nada produzem).

Pessoas realmente produtivas e capacitadas são autônomas, fazem seus próprios horários e não trabalham mais do que 35 horas por semana.

Sugiro a você estudar a Lei de Pareto, a qual eu sempre procuro seguir: 20% do seu tempo total de trabalho tem de gerar 80% da sua renda total. Logo, qualquer um que trabalha muito em troca de pouco é um burro de carga que se deixa explorar exatamente por se saber improdutivo e pouco qualificado.

"Agora a parte boa, viajar em transatlaticos a la Titanic com todo o conforto do mundo, assistir peças e músicas em camarotes da primeira classe,"

Titanic?!?!

Isso não pode ser sério. Quem viajou no Titanic nunca mais assistiu a peças e músicas em camarotes de primeira classe.

Aliás, uma dica: no YouTube você tem acesso a peças e concertos com imagem e som de ótima qualidade. Se não tem no YouTube tem em BluRay (a preços cada vez mais módicos).

E você assiste comendo o que quiser, no volume que você quiser e pausando quando for necessário.

Em 1915, se você fosse acometido de uma súbita vontade de defecar, não daria para pausar o show. Como não havia privada, você teria de ir cagar na fossa. E aí perderia todo o show.

"comer em restaurante onde os animais são mortos na hora."

Yuck! Além de ter de esperar umas 5 horas para o prato ficar pronto, qual era a higiene?

"Para quer ler notícias? Sendo bionário você é a notícia."

Hilário.

"Doenças graves? Durante as grandes epidemias os ricos sempre fugiram para suas casas de campo enquanto o povo morria igual moscas ao fogo."

Fugir de epidemia é uma coisa. Ser acometido por uma doença até então sem cura é outra coisa totalmente diferente. A isso você não respondeu.

Rico acometido por doença grave em 1915 era morte na certa. Vide o filho do presidente americano (o homem mais poderoso do mundo), que morreu de uma simples ferida no pé.

"Sobre frutas, sugiro que procure o termo Republica das Bananas."

Mas, hein?

"Foi um período bem interessante da história, onde se podia fazer praticamente tudo o que o Mises defende. Recomendo procurar no Youtube por gigantes da indústria."

De lá para cá houve profundos avanços tecnológicos e materiais possibilitados por um século de acumulação de capital. Por isso mesmo, é logicamente impossível dizer que, após um século de acumulação de capital, investimentos e progresso, estaríamos melhor se vivêssemos com há 100 anos.

Isso não é nem sequer nostalgia. É total atentado à lógica econômica.


Você também escreveu muito, mas não rebateu o que eu disse.

Qual parte do meu texto está errada, especificamente?


Não há nada de errado em acumular patrimônio para se proteger das incertezas do futuro. Isso não é ganância, é prudência.

O Papa errou ao dizer que todos aqueles que tem esse comportamento são simplesmente gananciosos.



Você falou isso tudo para não falar nada?

Vou fazer apenas duas observações:

1) Qualquer coisa subjetiva pode ser considerada uma contingência. Se eu digo que a Maria Fernanda Cândido é mais bonita que a Regina Casé, isso é uma opinião subjetiva. Já você pode não concordar e achar a Regina Casé mais bonita (o que me fará considerar você um deficiente visual, no mínimo).

O fato de você achar a Regina Casé mais bonita não invalida a minha proposição de que a Maria Fernanda Cândido é mais bonita. Fará apenas eu achar você anormal, pois considero tal comparação acima de qualquer discussão viável.

Igualmente, se eu digo que homem se relacionar com outro homem é coisa de mau gosto, e você afirma que é uma delícia, seu subjetivismo prazeroso não invalida a minha percepção de asco. Para mim, isso nem sequer seria considerada uma contingência.

Só que nada disso tem qualquer coisa a ver com o artigo. O que me leva ao segundo ponto.

2) O autor apresentou fatos e argumentos mostrando que um classe média hoje tem acesso a muito mais coisas (que elevam seu padrão de vida) do que um bilionário em 1915.

Isso, sinceramente, nem sequer é uma questão de opinião, mas de fato.

Tudo o que existe hoje e que nos traz conforto, bem-estar e melhoria em nossa qualidade de vida (sendo que várias a preços irrisórios ou mesmo nulos) não existia em 1915.

Logo, dizer que estamos melhores hoje do que estaríamos se vivêssemos em 1915 não é uma questão de contingência, mas sim de realismo.


Ela só deixou claro para todo mundo que existe um mercado imenso de gente que gosta de ser enganada.

Merece cada centavo que ganhou.


Considerando que praticamente toda a população mundial vive praticamente a vida toda em um raio de aproximadamente 10 km de sua casa, locomoção não seria um problema.

Hoje trabalhamos tanto que mal temos tempo de desfrutar da maioria dos benefícios ditos.

Agora a parte boa, viajar em transatlaticos a la Titanic com todo o conforto do mundo, assistir peças e músicas em camarotes da primeira classe, comer em restaurante onde os animais são mortos na hora.
Para quer ler notícias? Sendo bionário você é a notícia.
Doenças graves? Durante as grandes epidemias os ricos sempre fugiram para suas casas de campo enquanto o povo morria igual moscas ao fogo. Se não me engano Rockefeller morreu quase com 100 anos.
Sobre frutas, sugiro que procure o termo Republica das Bananas.

Foi um período bem interessante da história, onde se podia fazer praticamente tudo o que o Mises defende. Recomendo procurar no Youtube por gigantes da indústria.


O importante não é só o blockchain, mas a descentralização desse blockchain e o registro distribuído (DLT - distributed ledger technology)



A afirmativa no subtítulo "Sim, você é hoje mais rico que um Rockefeller em 1915" é uma contingência, pois não pode ser verificada.

Explico:

Para ser verdadeira, todos os leitores do artigo devem se sentir mais ricos que um Rockefeller e todos os Rockefellers teriam que se sentir mais pobres que os leitores do artigo.


O valor de bens e serviços é subjetivo. Depende do uso e do grau de importância pessoal (subjetiva) que alguém confere a ele.

O próprio autor do texto admite: "E se, como creio ser o caso, minhas preferências não forem atípicas, então praticamente cada indivíduo de classe média é hoje mais rico do que era o americano mais rico do país há 100 anos."

Eu tenho uma sensação de riqueza. O Sr. Rockefeller tinha outra sensação de riqueza. As duas sensações não são comparáveis, pois são subjetivas.

Logo, a afirmativa é uma contingência.



Esse Jorge Bergoglio não tem boas intenções. Ele é favorável ao populismo desbragado que Peron e seus sequazes implantaram na Argentina desde 1945. Criaram um "bolsa família" antecipado que mantinha todos os pobres dependentes do governo ditatorial do coronel. Mas sua amante Eva comprava jóias e vestidos em Paris. Quando acabou o dinheiro acumulado desde o século XIX, o regime veio abaixo e o país deu para trás. A Argentina tinha o mesmo padrão da Austrália em 1945. Hoje seu PIB é um terço do australiano.


Muito bom! E já que não é possível acabar com o assistencialismo de uma vez, seria muito bom que ele começasse pelo menos a ser programado para ter apenas um limitado período de duração. É no mínimo uma maneira mais suave de fazer com que as pessoas tomem consciência e se preparem seja para a caridade, seja para a autossuficiência.

E em algum ponto, o artigo me trás à memória aquele episódio em que o Bill Gates criticou a taxação progressiva e global proposta pelo Piketty, e apontou vários erros na obra "O Capital no Século XXI". Corretamente ele citou como exemplo que a pobreza extrema diminuiu, que não existe essa aristocracia de famílias ricas que simplesmente se perpetua de geração em geração (como o livro dá entender), que quem reinveste seus ganhos contribui, que a caridade já é por si só uma forma de redistribuição, etc.

E na prática, a resposta do Piketty foi basicamente dizer que apesar de o Bill Gates acreditar sinceramente ser capaz de contribuir para a redução da desigualdade, e talvez ser, ele como indivíduo não é mais eficiente que o governo.

Ficou um pouco cômico ele dizer isso, porque se uma pessoa como Bill Gates — cuja isenção de impostos deveria ser defendida até pelo mais fervoroso adepto da redistribuição de renda – não é digno de consideração, quem será?



Acho difícil encontrar alguém que não seja seduzido pelo fascínio pelo dinheiro. Tanto é que vemos vez ou outra histórias de quem ganhou milhões e perdeu tudo por bobeira. Infelizmente, ficamos cegos quando tem muito dinheiro envolvido. O papa tem boas intenções, mas isso por si só não é o bastante. A discussão nos leva a pensar e a sonhar "e se eu ganhasse 100 milhões"? Entre um devaneio e outro, eu fico aqui cumprindo as 44 horas semanais e juntando um dinheirinho no Tesouro Direto. Como diria minha mãe: "cada um tem o que merece" hahahaha.


Deixa o cara se auto humilhar! Esse aí é mais um que perdeu o bonde e fica com raivinha de quem ganhou uma grana com BTC.


Breves observações à preocupação de Francisco: Se a direção da igreja está preocupada com o verdadeiro fascínio ao dinheiro, ela deveria combater radicalmente a luxúria e a suntuosidade que permeia o catolicismo pois fico admirado o cuidado à luxúria dos seus templos, catedrais e a vida de seus dirigentes e ministros comparado com a prioridade em que a igreja em geral lida com suas obras sociais. O que vejo quase sempre é uma gritante diferença entre o empenho à essas obras e o empenho à vida boa de seus ministros em geral. Interessante é que tipo de comportamento era peculiar aos fariseus e saduceus do primeiro século que queriam tirar um leve cisco no olho alheio mas não enxergava a trave que estava no próprio olho, e foram fortemente censurados por Jesus.


O texto é ótimo, só precisa ser atualizado.
Chico, o sindicalista, com o fim do imposto sindical obrigatório, terá que trabalhar de verdade se quiser manter a remuneração adicional.
E tem um personagem novo para inserir.
Manoel, o dirigente de ONG. Leva uma vida com um padrão relativamente alto, provido por uma generosa e irônica contribuição do governo, para cuidar de assuntos que o governo teria que abrir licitação para manter.


Ah, eu sei muito bem para o que ela serve: para desarmar o cidadão e com isso garantir o monopólio das armas para os bandidos.

Vou falar bem claramente: o braço do estado que impinge o desarmamento do cidadão de bem é justamente a polícia.

Sim, políticos fazem as leis do desarmamento, mas quem impinge a lei é o braço armado do estado. Se eu quiser comprar uma arma no mercado negro, a minha maior preocupação será a polícia me flagrar e me jogar em cana. Ou seja, paradoxalmente, é a polícia quem garante o sossego da bandidagem; é a polícia quem garante à bandidagem que o cidadão comum está desarmado. É a polícia a maior responsável pelo desarmamento.

No caso do ES, a PM desarmou os cidadãos, impediu que eles próprios pudessem se autodefender, e aí entrou de greve e cruzou os braços, deixando o terreno livre para a bandidagem.

Esse foi um ato completamente criminoso da PM.

Aliás, digo mais: a polícia não é amiga, mas sim inimiga. E pode até ser pior que bandido.

Tenho uma fazenda que fica bem no meio do mato. Recentemente, a polícia invadiu a casa de uma vizinha minha -- uma senhora de idade -- e tomou a garrucha antiga que ela sempre teve, que pertenceu ao pai dela. Suplicando ao policial, ela perguntou quem iria defendê-la do ataque de bandidos (roubos são frequentes na região). O policial respondeu: "Lamento, minha senhora, estou apenas cumprindo meu dever".

E a velha ficou desarmada. (Mas logo em seguida comprou outra arma, mais moderna, no mercado negro. E com o meu apoio).

Se um ladrão invadir a minha casa e eu der cabo do vagabundo, a ÚLTIMA coisa que eu vou pensar em fazer é chamar a polícia.

Se eu fizer isso, não só a minha arma será confiscada -- deixando a minha família totalmente vulnerável --, como irei em cana.

O que fazer? Terei de levar o corpo para um lugar deserto (eu tenho de conhecer a cidade), desovar, e voltar pra casa. Dá trabalho? Dá. É perigoso? É. Mas ainda assim é muito melhor do que perder minha arma, ser preso e deixar minha família desprotegida.

cgn.uol.com.br/noticia/36092/morador-e-preso-apos-matar-bandido-que-pulava-o-portao

Portanto, não, meu caro. A polícia não só não me protege, como é exatamente ela quem me desarma e me deixa à mercê dos vagabundos. Em uma sociedade livre, se alguém atentar contra mim ou minha família, eu o despacho com minha arma livremente adquirida. Policial nem entra na equação. O meliante que vá se entender com Deus. Eu apenas marco o encontro.



Eu só acredito em Deus. Mais nada do que pregue qualquer religião. Não acredito em Jesus Cristo, e nada que está escrito na bíblia pois esta foi escrita por homens, visando apenas o próprio interesse nas diferentes épocas da história.



Esse artigo não conta se aquela cruz com a foice e o martelo que esse Papa ganhou (e aceitou) do Evo cocaleiro Morales encontra-se guardada no Vaticano ou se está na residência de familiares do bom velhinho (sic).


Vc devia ter ido a Vitória-ES, quando a PM fez greve, talvez você descobrisse pra que a mesma serve.



Amigo nenhuma operadora (provedor) bloqueia torrent! o máximo que eles fazem é diminuir a velocidade para essa rede(que consome muito tráfego),no mais você é tão preguiçoso e não"raciocinou" direito, que deu a resposta para o seu "problema" no seu comentário 'VPN'. Se a operadora "bloquear" o seu acesso a rede p2p torrent use 'VPN' e seja feliz, pois é isso que tao fazendo para baixar com maior velocidade um torrent, pois hoje em dia ninguém mais baixa torrent nú usa-se sempre uma vpn para mascarar seu ip pois na Europa paga-se multas gigantes por baixar conteúdo pirateado(ILEGAL), não que vc faça isso, mas a maioria do tráfego na rede p2p torrent é para pirataria.


Nenhum dos seus dois links comprova a sua afirmação. O primeiro traz apenas adivinhação sensacionalista (normal da esquerda). Já o segundo link, de 2014, nem sequer é sobre o assunto, mas sim sobre fusão e empresas.

Acho que você está bastante perdido.

Por outro lado, eis aqui uma comprovação de como as grandes defendem qualquer lei que restrinja a entrada de concorrentes:

www.techdirt.com/articles/20160204/05121433515/states-wake-up-realize-att-lobbyists-have-been-writing-awful-protectionist-state-broadband-laws.shtml


Ah, e tem também essa: executivo da Comcast exigindo que o Congresso crie uma nova lei de neutralidade de rede:

www.phillyvoice.com/comcast-executive-congress-must-protect-net-neutrality/



www.theverge.com/2017/12/14/16776298/net-neutrality-disney-comcast-internet-providers-free-speech

E ainda teve lobby das grandes empresas em cima do governo pra acabar com a neutralidade da rede

www.theverge.com/2014/3/10/5491908/comcast-buys-congress


[OFF]
Eu estava vendo as pesquisas eleitorais, e ou Lula ou Bolsonaro são os mais prováveis para se elegerem. Mas o Lula provavelmente não vai conseguir concorrer em 2018, ficando apenas o Bolsonaro.

Os admins do site não acham uma boa procurarem o Bolsonaro e dar umas aulas sobre livre mercado para ele antes das eleições? Ele pode ser nossa esperança para implementar boas políticas de livre mercado nos próximos anos no Brasil.



Papa a estudantes de economia: não obedecer cegamente ao mercado.

"Na verdade, é essencial que, a partir de agora e na vossa vida profissional futura, aprendais a permanecer livres do encanto do dinheiro, da escravidão em que o dinheiro encerra aqueles que lhe prestam culto. E é também importante que possais adquirir hoje a força e a coragem para não obedecer cegamente à mão invisível do mercado". {Francisco,Papa}

[pt.radiovaticana.va/news/2017/10/19/papa_aos_estudantes_n%C3%A3o_obedecer_cegamente_ao_mercado/1344028]


Antes de mais nada é bom avisar que Jorge Bergoglio - dito papa Francisco - é peronista fanático. No tempo do Nestor e da Cristina Kirchner ele achava tudo ótimo e não se opunha ao enriquecimento daquela dupla. Veja o que aconteceu com a economia argentina. Mas Bergoglio ficou quietinho.


Não foi escancarada no GpGuia? Falha na autorregulação do mercado? Estranho, em geral funciona bem.



De acordo com a bíblia a riqueza por si só não é boa nem ruim,tudo vai depender da forma como foi conquistada e como ela é usada.A única coisa que a bíblia alerta é que não devemos colocar a esperança nas riquezas mas em Deus que nos dá tudo para que nos alegremos.Além disso ensina que devemos agir como o bom samaritano e não amar apenas com palavras mas com atos.Quanto ao papa ele é infalivel apenas quando se pronuncia ex cathedra,o que é extremamente raro.É pouco provável que que ele saiba o que está dizendo quando trata de mão invisível.


"Um dos mais belos aspectos de uma economia de mercado é que ela é capaz de domar as pessoas mais egoístas, ambiciosas e talentosas da sociedade, fazendo com que seja do interesse financeiro delas se preocuparem dia e noite com novas maneiras de agradar terceiros."

Existe um erro nessa frase.

Vou dar um exemplo prático disso. Conheço uma meretriz que adora passar a perna nos clientes.

Ela é perfeita de corpo, muito chamativa e cobra caro. Mas o programa é horrível.
Quem foi, nunca mais volta. Isso é fato.

Moral da história: Ela ta rica.
Não tem UM cliente que volta, mas ela continua tendo clientes.

E o pior que a ordinária faz turnê no Brasil inteiro. Um mês ela ta num estado, outra hora ta em outro...





Ueee concluíram finalmente que a maledeta e falida CN88 é um b.h.o.s.t.a ???


Mês Um: A Constituição de 1988, totalmente concebida e redigida por políticos, visando atender aos seus próprios interesses e os de sua base de sustentação (funcionários públicos), é finalmente reconhecida como imoral, escravagista e fomentadora do atraso. Ela é picotada em praça pública e em seu lugar é adotado o direito natural, bem como a ideia de que a punição deve ser proporcional ao crime. A liberdade, após 511 anos, finalmente começa a chegar ao Brasil.


Eu nasci aqui em Fortaleza-Ceará, em 1970. Quando criança, eu ainda peguei o Brasil estritamente católico, que estava morrendo, naquele exato momento. Era raro se ver uma igreja pentecostal, nos anos 1970. Uma irmã minha virou crente, tendo já trocado várias vezes de $eita. Algumas pessoas de minha imensa família foram, para $eita$. E sabes por que? Foi que a Igreja Católica, se fez numa mera filial da CUT. A Igreja Católica trocou Cristo, por Karl Marx. Foi desta Igreja Católica, que surgiram coisas como o PT e o MST. Eu vi com os meus olhos, padrecos petistas, marxistas, etc. que nunca falavam de Deus, de Santa Maria ou dos santos, em missa alguma. Eles só falavam de marxismo e gramscismo, para corromper os fiéis. O resultado? Dezenas de milhões de pessoas deixaram o catolicismo de vez, graças a estes padres de passeata e estas freiras de minissaia; royalties para Nelson Rodrigues(1912- 1980). Quatro décadas seguidas de crise econômica levam, como todas as crises que a história já mostrou, uma larga percentagem de pessoas a acreditar, em coisas absurdas. Nos últimos 36 anos, subiram tanto a taxa de criminalidade, quanto a percentagem de brasileiros que seguem as $eita$. A desesperança no mundo real, manda as pessoas a buscarem conforto no absurdo, que é o que as $eita$ de fato podem oferecer. SER, UMA MACUMBA COM FACHADA BÍBLICA.TINA, PELO FATO DE
Sai o patuá e entra o óleo santo de Israel. Sai o feitiço e entra a teologia da prosperidade. Sai o umbandismo e entra o pentecostalismo. Em suma. Sai o seis e entra o meia-dúzia. Fundado pelo gay, racista, picareta, etc. Charles Fox Parham (1873-1929), o pentecostalismo é um sucesso na América Latina, pelo fato de ser uma macumba, com uma fachada bíblica. Templo é dinheiro. E mentiras. Sobre as "curas" dos pa$tores, veja o site: www.youtube.com/watch?v=fwoc6z6ymcY
Se Jesus é o caminho, o Bi$po Macedo é dono do pedágio. Se o Bi$po Macedo é seu pa$tor, um dia, tudo te faltará.
No Brasil, basta que um sujeito se intitule pastor protestante ou médium e pronto. Nenhuma lei, contra o curandeirismo valerá mais nada, contra ele. Basta lembrar do curandeiro Thomaz Green Morton, que há umas décadas atrás, tomou enorme quantidade de dinheiro dos finados senador Teotônio Vilela e de Dina Sfat (1939 – 1989). Ver site: gazetaweb.globo.com/gazetadealagoas/noticia.php?c=226080
Hoje em dia, a Dilma e o Lula vivem financiando o curandeiro espírita "João de Deus". Ver site: vejasp.abril.com.br/materia/joao-de-deus-medium-perfil .
Sobre um caso de uma mulher que foi "tratada" várias vezes por este "João de Deus" e que já está morta, ver a foto dela, Lisa Melman, neste site em inglês: lakishajj.wordpress.com/2015/07/09/faith-healer-john-of-god-another-tragic-death/
Aqui está um site em espanhol, sobre este curandeiro chamado de João de Deus: www.diarioveloz.com/notas/136039-las-cirugias-mediumnicas-joao-deus-i

E quanto aos mais numerosos curandeiros pentecostais, a bancada ou cambada evangélica lhes garante absoluta impunidade. Caso queira saber como se faz uma "cirurgia espiritual" sofisticada, então veja o site www.youtube.com/watch?v=n5zPG8ho-eg . Se quiseres ver como se faz, uma "cirurgia espiritual" mais simples, que vá ao site www.youtube.com/watch?v=LhP3XEY7IcM . Sobre o grau de patifaria a que chegam os pa$tore$ curandeiros, só para começar, vá ao site: www.youtube.com/watch?v=S6LTuNe7kew
Sobre a causa real do sucesso dos curandeiros no Brasil, veja os primeiros dez minutos da entrevista deste site: www.youtube.com/watch?v=mK7PImC2Ckw


2 destinos para o Bit
Cai para cerca de 10 dólares ou menos (dolar com vantagens a mais)
Ou some do mapa, e vira galeria do UOL: 'coisas que acreditamos um dia'


Seguem os links:


www.baggioimoveis.com.br/bitcoin

www.cnbc.com/2017/09/05/dubai-real-estate-project-first-to-be-priced-in-bitcoin-michelle-mone.html

www.businessinsider.com/bitcoin-priced-apartment-in-miami-2017-12

www.miamiherald.com/news/business/biz-monday/article173457236.html

cointelegraph.com/news/real-estate-buyer-makes-13-million-buying-home-with-bitcoin

themerkle.com/bitcoin-blockchains-first-property-ownership-transfer-settled-by-ubitquity/


Sobre a indústria de fretes marítimos:

maritime-executive.com/article/blockchain-currency-ready-for-container-shipping

fortune.com/2017/03/05/maersk-tests-blockchain-based-freight-tracking/

www.bloomberg.com/news/articles/2017-11-29/bitcoin-shows-up-in-shipping-as-ukrainian-firm-plans-first-deal

www.shipw.com/ (We accept payments via PayPal, Western Union, Bank Transfer, Bitcoin and Litecoin. Credit card payments will be processed through PayPal system.)


Sobre Benjamin Netanyahu:

www.ibtimes.com/benjamin-netanyahu-says-bitcoin-rises-banks-die-2628104


A coisa toda está bem no começo ainda. Muita empresa não entende a tecnologia nem tem capacidade técnica para implantá-la. Mas isso demonstra o quanto você está errado sobre o assunto. Não há como nunca ser aceito. Já está.

Entretanto, como há poucos transações, continua me parecendo que há poucas pessoas dispostas a pagarem com bitcoins... Quem tem bitcoins ainda aposta na alta, e os segura.

Sim. Eu inclusive. Lei de Gresham. Só pretendo usar criptomoedas se meus reais ou dólares acabarem. Mas isso não quer dizer que não tenha gente disposta a embolsar os lucros com bitcoin neste momento, adquirindo, diretamente, bens com eles.


Agora começo a acreditar em Papai Noel. O Capital Imoral vem pedido essa bobagem desde os 12 anos, e de lá pra cá o bom velhinho tem feito a porcaria do socialismo ruir pelo mundo (pelo menos o socialismo declarado)


O âmago dessa questão para os católicos é a Doutrina Social da Igreja. E a fala do papa está alinhada com ela.



Comparem os países de maioria católica com o de maioria protestante e vejam que está certo...


Não é a primeira vez que esse papa, assim como quase todos os demais socialistas prega um conjunto de soluções violentas para reduzir a desigualdade. Segundo essas pessoas, a desigualdade é um problema, e a solução é sempre a violência. É só roubar a propriedade alheia, que tudo se resolve!

É um fato gravíssimo que um líder religioso, seja qual for a sua religião, incite a população ao roubo!
E isso vale mesmo que seja um roubo institucionalizado, usando a democracia e o estado como armas do crime.

Nenhum papa deveria falar de igualdade e caridade, antes de vender todas as riquezas da igreja, começando por todas as obras de arte do Vaticano, e doar todo o dinheiro aos pobres. É o cúmulo da hipocrisia!

Melhor faria, se seguisse os ensinamentos de seu mestre e pregasse que se "desse a César o que é de César".


Ninguém colocaria a poupança da sua vida em bitocoins. E se houver um estouro de bolha?

Esqueci de comentar isso. Está aí um conselho de investimentos sábio. Ninguém deve colocar a poupança da sua vida em bitcoins. Aliás, ninguém deveria colocar a poupança de sua vida em nada, sejam imóveis, dólares, ouro, franco suíço, poupança, títulos do governo, etc. Deve-se alocar sempre uma parte do patrimônio para cada ativo. Diversificar. E olhar tendências para evitar alocação em ativos perto de sofrer um crash.

Todo ativo tem risco e alguma forma pela qual pode ser tomado. E todos, absolutamente, estão expostos a crash, uns mais, outros menos.

Bitcoin tem riscos? Claro que tem. Mais que outros ativos? Provavelmente, inclusive porque a custódia ainda é insegura e demanda conhecimentos técnicos. Mas também tem, mesmo no fim de 2017, um potencial de crescimento muito grande.


Oi Demolidor

Vc pode, por favor, me passar links de transações realizadas com bitcoins nesses 2 mercados?

Dei uma googlada e achei uma única transação imobiliária concluída em bitcoins. Detalhe: o vendedor imediatamente converteu os bitcoins em moeda corrente. Provavelmente por medo de estouro de bolha, e perder integralmente o valor da casa.
Ou seja: vejo várias iniciativas de gente aceitando bitcoins - talvez objetivando convertê-los imediatamente em moeda corrente, para não ficar no risco de perder o bem físico a troco de nada.
Entretanto, como há poucos transações, continua me parecendo que há poucas pessoas dispostas a pagarem com bitcoins... Quem tem bitcoins ainda aposta na alta, e os segura.



"Digo, quando a empresa pública trabalha com o dinheiro ganho na venda de sua mercadoria ou serviço (independente da qualidade do serviço fornecido)?"

Você próprio acabou de responder com sua observação entre parênteses.

Se uma empresa ganha dinheiro mesmo prestando serviços porcos, então certamente é porque ela usufrui alguma reserva de mercado e não tem concorrência. Sendo assim, os consumidores estão sendo forçados adquirido os serviços dela. Não há alternativa.

Você ser forçado a adquirir algo, por falta de opção, é um exemplo explícito de destruição de riqueza. Houvesse opção você simplesmente não daria seu dinheiro para aquela empresa.


Eis um duns grandes problemas da direita liberal e proliferação das suas ideias, tem muito liberal/anarco comparando qualquer modelo que não é o que ele considera ideal com socialismo.


E você esperava o quê? Que ele falasse a verdade e criticasse o próprio meio de sustento?

Aliás, empresa que detém um monopólio garantido pelo governo e ainda assim consegue a façanha de ter vários anos de prejuízo seguidos ... olha, tem que ser bom, viu?

Se isso não é destruição de riqueza, então nem furacão e enchente são.


OFF (mas necessário):
DEscobri o IMB e os pensamentos austríacos há pouco tempo. E foi como tirar uma venda dos meus olhos para a economia e liberdade.
Mas lendo os artigos e a constante critica aos governos, fico sempre com uma dúvida: Existe um tamanho ou função genuina para o Governo na Escola Austriaca ou ele deve mesmo ser eliminado? Qual a diferença para o Anarquismo então?
Obrigado desde já


Muito obrigado pela explanação e pelos artigos mencionados.

Sobre eu não ter entendido o motivo de as empresas públicas não geraram riqueza, é o seguinte: eu entendo que quando uma empresa pública tem déficit, o rombo é coberto pelo Tesouro, o que de facto é destruição de riqueza. Mas e quando a lógica dos Correios é aplicada? Digo, quando a empresa pública trabalha com o dinheiro ganho na venda de sua mercadoria ou serviço (independente da qualidade do serviço fornecido)?


Conversei com o carteiro do bairro na semana passada e ele disse que não é bem assim. Ele disse que os Correios sempre giraram com lucro, mas desde exatos cinco anos, começou a girar somente no vermelho, ou seja, com déficit. Ele alegou que isso é devido à recessão, pois os lucros foram diminuindo até que a empresa entrou em déficit.

A lógica dele sobre como os Correios geram riqueza é a seguinte: Eu pago X por uma encomenda. Esse dinheiro entra no caixa dos Correios e é usado para cobrir as despesas, incluindo funcionários, energia, computadores, veículos, enfim. Sendo assim, os Correios geram riqueza sim (pela lógica que ele me explicou).


"as pessoas de todas as tradições religiosas — ou as que não têm religião nenhuma — certamente podem reconhecer que a busca obcecada e bitolada pela riqueza material não é um modo de vida."

Como assim? Eu acho que o materialismo é ruim. Não sou a favor da busca desenfreada por riqueza também. Mas é muita arrogância do autor afirmar que as pessoas "certamente" podem reconhecer que isso "não é um modo de vida". Claro que é, claro que pode ser. Bom ou ruim, pode ser um modo de vida sim. Viver na promiscuidade, violência e drogas é um modo de vida também. Um péssimo e deplorável modo de vida, mas é sim um modo de vida.

Agora, bonito ver o Papa, do mais reluzente ouro do Vaticano, falar uma frase dessa. Falou a pessoa que tem um cajado de ouro.




Sou empreendedor. Quando iniciei um projeto, fui chamado de "burro" e "criador de ilusões". Quando fracassei, escutei um "não avisei?". E quando finalmente tive sucesso, fui acusado de ser "opressor".

Buscando alcançar o status de "opressor", deixei de comprar coisas para mim e para minha família, para minha casa e para meus familiares. Abdiquei de várias e várias horas de lazer para empreender e empregar pessoas, e troquei momentos de sono por livros, artigos e mais livros (apenas para chegar no dia seguinte e ver que o governo criou uma nova lei, e aí tive que começar tudo novamente).

Enfrentei tudo isso com frio na barriga e sensação de desmoronamento a todo momento, mas enfrentei. Em meu caminho, apesar dos pesares, gereis riqueza e valor para a sociedade, e emprego e renda para indivíduos.

Mas eu sou o explorador. Já quem quer me expropriar e acabar com tudo isso são aos verdadeiros amantes da humanidade.


Chiaki:

Agradeço sua atenção!

suporte@mercadobitcoin.com.br...eis o site.

O único contato com o tal suporte é feito por e-mail, emitem ticket de atendimento automático com prazo de até 48 hs, para a resposta.

Para acesso à conta, exigem:
Senha, autenticação em dois passos, token, PIN, Palavra de segurança

Constam no extrato : saques/retiradas que eu nunca fiz.
Aliás qualquer movimentação na conta avisam por e-mails...dessa vez não recebi nenhum aviso.

Abusando da sua atenção, pergunto:

Já que eu adquiri os bitcoins através da empresa Mercado Bitcoin, não deveria ter recebido alguma chave de segurança ?

Aliás, eles falam em CONTA, mas não existe nem número de conta.... apenas um extrato.

Quando meu saldo era pequeno, nunca tive problemas, foi só aumentar o valor e o problema surgiu.

Desculpe, ocupar o seu tempo, sei que esse espaço não é local apropriado para reclamações, mas sou assíduo leitor dos comentários aqui postados e resolvi colher informações com quem entende do assunto, já que sou leigo.
Estou procurando entender um pouco do assunto, pois, pretendo requerer meus direitos judicialmente.
Aliás, fiquei estarrecido ao acessar a página do Mercado Bitcoin, via Facebook... inúmeras reclamações... inclusive relatos de sumiço de moedas.
Caso seja possível, gostaria de ouvir sua opinião.
Antecipo meus agradecimentos.
Antônio Augusto.



Venho aprendendo que no mundo do empreendedorismo quem não ajuda não é ajudado. Quem não é honesto no produto/serviço que vende tende à falência. E que flexibilidade é o ponto chave na hora de negociar com clientes.

Enfim, acho que este é o ambiente onde as relações pessoais tendem a ser bem sinceras. O que é ótimo.

Muito bom o artigo!


Minha carta para o Papai Noel.
De: Capital Imoral.
Para: Papai Noel.

Querido Papai noel, eu sei que talvez eu não tenha sido um bom meninx neste ano, lutar contra o golpe que nossa mãe Dilma sofreu realmente me abalou bastante, mas mesmo assim, eu gostaria de fazer alguns pedidos para o senhor.

Persiga os neoliberais.
Caro papai noel, eu sei que o senhor é um bom velhinho e não gosta das desigualdades sociais que são geradas, exclusivamente, unicamente, pelo livre mercado. Pois eu gostaria de revelar um segredo para o senhor: Foram os neoliberais que deram o golpe de estado que derrubou nossa presidenta eleita democraticamente. Depois que isso aconteceu, o Brasil entrou em crise oficialmente, pois durante todo mandato de Lula e Dilma eu nunca tinha ouvido na falar na rádio CBN e na Globo News sobre crise no país. Com base na crise institucional criada pelos neoliberais, eu gostaria de pedir para que o senhor junte seus duendes e forme um exército secreto para exterminar os neoliberais no dia de natal. Comece pelo pessoal do MBL, depois instituto Mises, e algumas pessoas chave como Hélio beltrião e Leandrinho do Rock. Eu pessoalmente não gosto do Raphael ride a bike , se possível, faça ele sentir dor. Por favor papai noel, me ajude, eles não usam desodorante e ficam o dia inteiro na frente do computador se masturbando; eu sei que o senhor não gosta dessas porcarias que o capitalismo de livre mercado fornece. Eles também são egoístas e lucram igual porcos com as novas tecnologias. Isso me leva ao meu segundo pedido.

Acabe com o Blockchain e Criptomoedas
Eu sempre soube que o senhor não gosta de pessoas egoístas que só pensam no próprio lucro. Pois eu gostaria que o senhor soubesse que a tecnologia blockchain e as criptomoedas estão transformando as pessoas em um verdadeiro monstro do egoísmo e ganância. Todo mundo está pisando em todo mundo, e nunca antes na história da humanidade, houve tanta desigualdade social. Eu sei que o senhor se sente muito triste em saber que tem crianças morrendo de fome na áfrica enquanto os Richards da vida estão lucrando rios de dinheiro e gastando com prazeres desnecessários; tudo isso é muito triste não é mesmo papai noel? o senhor precisa entender que essas duas tecnologias, blockchain e criptomoedas, vão aumentar ainda mais essas discrepâncias sociais. Eu gostaria de pedir para o senhor que essas duas tecnológicas simplesmente sumisse da mente das pessoas e de todos computadores. O senhor poderia usar seu contato com a fada dos dentes e fazer ela visitar todas pessoas do mundo na noite do dia 24, ela poderia usar a varinha mágica e fazer com que todo mundo esqueça essas porcarias; todo mundo iria acordar no dia 25 de dezembro sem ter a mínima idéia do que seja blockchain ou criptomoedas. Este é o meu segundo pedido, Papai Noel.

Implemente o socialismo no mundo.
O senhor sabe que desde os meus doze anos de idade que venho pedindo para o senhor, através das minhas cartinhas, implementar o socialismo no mundo. Vejo que o senhor realmente tem feito algumas tentativas através de organizações internacionais, mas, permita-me dar algumas dicas: O senhor poderia entrar em contato com os Russos e Chineses, essas são as únicas forças militares que ainda conseguem defender o socialismo com uma certa resistência bélica; não entre em contato com o Kim Jong-un esse cara está muito louco por culpa do capital. Por falar em pessoas loucas, tente matar o presidente Donald Trump, ele é um dos maiores inimigos do socialismo e liberdade. O senhor poderia encher seu trenó de bombas e sobrevoar Washington jogando todas elas até mata-lo. - Não se preocupe papai noel, qualquer coisa, a gente põe a culpa nos cristãos extremistas que estavam querendo um natal com presépio. - Mas o meu principal pedido, novamente, está na tentativa de implementar um socialismo mundial. Eu sei que o senhor sempre teve a alma socialista, embora seja muito rico e tenha muitos empregados, deixo para o senhor o meu mais importante pedido para este natal: Implemente o socialismo no mundo, nem que seja na base da guerra! Com amor, Capital Imoral.

Capital Imoral é filósofo, escritor e já refutou Mises.


Todo mundo age instintivamente de forma egoísta. A Madre Teresa pode ter patrocinado a construção de hospitais, mas porque essa ação daria prazer a ela por causa dos paradigmas consolidados, do contrário não faria.


Ótimo artigo. Bastante didático e explana sobre um tópico recorrente mas fácil de utilizar como argumento em quaisquer discussões, especialmente às situações que requerem maior velocidade do libertário e menos margem temporal para a elaboração de perguntas e respostas.


"Não é da benevolência do padeiro, do açougueiro ou do cervejeiro que eu espero que saia o meu jantar, mas sim do empenho deles em promover seu 'auto-interesse'."


Frase que resume muito bem um realidade cotidiana que Francisco parece desconhecer.


O homem não merece censura por desejar o seu próprio bem-estar. É natural esse desejo.

Ele não é condenável, desde que não seja conseguido com o prejuízo do outro e não prejudique as forças físicas ou morais.

Todo ser humano tem direito ao bem-estar.


Gostei do tom respeitoso do artigo, que faz até elogios ao papa. O que mais tem hoje é direitista xingando enlouquecidamente o papa (do qual não sou fã) dizendo que ele é marxista e o anticristo (os evangélicos). Por isso apreciei o tom da narrativa. E também o conteúdo (este, como sempre).

Cordiais saudações.


Ou seja: o bitcoin sempre será deflacionário. Os preços das coisas vão sempre cair se medidos em bitcoin.

Até os críticos reconhecem isso.

Quanto a não ser um meio de troca, sugiro que você dê uma olhada no que está acontecendo com a indústria de frete marítimo e imobiliária.


Gabriel Vinícius, creio que o erro está aqui: "não entendi o motivo de porque as empresas públicas não geram riqueza". Em alguns casos elas geram riqueza, acontece que de forma desproporcional a que uma empresa privada poderia produzir, e é justamente essa lógica que a Escola Austríaca propõe demonstrar. Pense bem, a economia é a administração dos recursos escassos, o governo é o rei em gastar ineficientemente, talvez existam alguns países mais bem intencionados que ocorra um melhor gasto, ai você pensa, um desses países é o Canadá, pessoas bem instruídas e tudo mais... será? Dê uma olhada nisto aqui: www.mises.org.br/Article.aspx?id=2735

Motivos que ajudam na ineficiência do governo:
- Falta de concorrência.
- Reservas de mercado.
- BNDES...
- www.mises.org.br/Article.aspx?id=1927

Ai vai...


As duas características principais de uma moeda são servir como reserva de valor e como meio de troca. O bitcoin carece das duas. E não deve adquiri-las nem a longo prazo.

A atual explosão do preço do bitcoin se deve ao aumento de pessoas demandando o ativo. A alta meteórica, e o risco de estouro de bolha impede que hoje ele seja usado em transações.
Você compraria um bem usando bitcoins, se em um mês você provavelmente pode comprar o mesmo bem e ainda guardar um troco?
Se alguém tentar comprar a sua casa com bitcoins, você venderia? E se houver um estouro de bolha amanhã? Você ficará sem sua casa? Os compradores também têm muito medo de trocar bens físicos por bitcoins...
Ninguém colocaria a poupança da sua vida em bitocoins. E se houver um estouro de bolha?
Ou seja: hoje o bitcoin não serve como meio de troca. Nem como reserva de valor.

Mas mesmo se imaginarmos um fim no surto de demanda, o bitcoin sempre será um ativo instável.
O Bitcoin é limitado a 21 milhões de unidades. A economia sempre cresce.
Ou seja: o bitcoin sempre será deflacionário. Os preços das coisas vão sempre cair se medidos em bitcoin.
Uma moeda deflacionária não funciona. As pessoas vão sempre preferir guardar o bitcoin. Vão tentar se entesourar. Ninguém vai querer comprar nada passando seus bitcoins para a frente...
Ou seja: bitcoin não serve como meio de troca, e provavelmente nunca sirva...

Um ativo que não é usado para transações no dia a dia, se torna um ativo menos estável. As transações com ele são apenas especulativas - ligadas totalmente à confiança no valor futuro. A confiança das pessoas varia muito no tempo. Esse tipo de ativo é inerentemente instável, sujeito a rushs, bolhas e estouro delas...

Com tantos riscos de estouro de bolha, e de intervenção dos governos, será que haverá algum dia confiança suficiente no bitcoin para utilizá-lo como reserva de valor? Provavelmente não! Sem segurança de valor no longo prazo, o bitcoin muito provavelmente também não servirá como reserva de valor no futuro.

Resumindo:
O bitcoin não serve - e provavelmente nunca servirá - como meio de troca.
O bitcoin não serve - e provavelmente nunca servirá - como reserva de valor.
O bitcoin não é - e provavelmente nunca será - uma moeda.


Antônio Augusto Corrêa Lima ,

Olha, eu não sou representante deste site (Instituto Mises), nem representante da empresa pela qual você adquiriu suas criptomoedas, mas entendo que você está reclamando no lugar errado.

Você deveria procurar a empresa, a justiça e/ou sites de reclamação, juntar material que comprove seu argumento, coisas do tipo, e buscar reverter a situação.

Lamento o ocorrido e desejo boa sorte.


AHAHHAAHAHA. Quem diz que funcionario publico paga imposto tb deve acreditar em decimo terceiro e em papai noel.


Sonegar, criptomoedas, ouro, espalhar a mensagem, escrever textos, ja é um otimo começo.



Pelo mesmo motivo que eu não quero ser um traficante e faturar alto e viver feliz pro resto da vida. Pelo mesmo motivo que eu não quero ser um verme politico, nunca me candidatei nem nunca vou me candidatar, e poderia viver feliz pro resto da vida e trabalhando ainda menos que um funça.


Qual é esse email de suporte que você contatou? Pode mandá-lo por aqui? Checou se o email é oficial e não um clonado? Verificou se o extrato é realmente de sua conta? Se fez tudo isso infelizmente sua carteira pode ter sofrido um acesso, como o blokchain não permite um acesso indireto esse acesso foi feito diretamente com dados reais.


Os Correios são deficitários. Nos últimos 5 anos, eles tiveram prejuízos em todos os anos.

m.economia.estadao.com.br/noticias/geral,no-5-ano-de-prejuizo-correios-projetam-rombo-de-r-1-3-bi-em-2017,70001842017.amp

Quando estatais têm prejuízos, o rombo é coberto com dinheiro de impostos. Dinheiro que poderia ser usado por empreendedores para investimentos em capital acaba sendo desviado para sustentar uma máquina deficitária.

Pior: estatais, por operarem com dinheiro de impostos e saberem que sempre serão socorridas, não têm incentivo para ser eficientes. Assim, com dinheiro garantido, sem preocupação com eficiência e altos salários, elas acabam imobilizando capital e mão de obra que poderiam estar sendo utilizados em outros setores, onde iriam produzir riqueza e atender a genuína demanda dos consumidores.

Tudo isso é pura destruição de riqueza.


O lastro, na verdade, é matemático. Criptografia. Não há como burlar o sistema sem gerar um hard fork e, em consequência, uma moeda que valha menos. É um limite impossível de ser transposto.

A ideia do lastro em ouro era justamente para que as cédulas, fáceis e baratas de serem impressas, valessem um ativo real que tem uma taxa de expansão e uma oferta muito limitada, justamente para passar confiabilidade ao sistema. As criptomoedas tornam isso desnecessário.

A meu ver, as criptomoedas vieram para ficar. A questão é se o bitcoin não se tornará obsoleto e menos valioso, e se regulamentações e leis não vão torná-las ilegais em grandes partes do globo, limitando, de certa forma, sua utilidade (embora eu as considere muito resilientes a isso). Na dúvida, coloco o dinheiro que posso perder e diversifico entre as principais.


Deixa só eu adicionar ao meu comentário. Talvez o Leandro pudesse clarificar melhor. NTN-B dá a inflação medida pelo IPCA mais um rendimento, o chamado juro real.

Ocorre que, na minha opinião, os pagamentos semestrais tendem a ser ultrapassados pela inflação posterior, tornando os ganhos reais em mera ilusão. Se formos ver o histórico de rendimentos, o NTN-B mal compensou a desvalorização cambial dos últimos anos. Quando comparado ao euro, fica ainda pior: sisweb.tesouro.gov.br/apex/f?p=2031:2:0::::

Corrijam-me se eu estiver errado.


Não compreendo pq tanto mimimi. Acredito que o fumante deve ter um bom senso de que se ele fumar em um local fechado estará fazendo mal a terceiros. Claro que num bar já é diferente, mas em um hospital por exemplo aí já é sacanagem. Trabalho em hospital e fica um bando FDP na porta de entrada fumando e a fumaça entrando


Pessoal, os Correios geram riqueza? Pergunto isso por ser uma empresa pública (a lógica é que tais empresas apenas destroem riqueza) e covrar pelos serviços postais...
Sendo assim, quando você paga para enviar uma carta, malote ou cartão postal, ou uma encomenda qualquer, você gera um saldo para a empresa. Eu não sei como funciona a lógica dos Correios, mas suponhamos qe os funcionários de determinada agência em um município X sejam pagos com o dinheiro das encomendas recebidas... Se for assim eles produziriam riqueza tal como uma empresa privada?

Ps: Perdoem a ignorância, mas mesmo lendo alguns artigos sobre privatizações de empresas e a desestatização dos Correios, não entendi o motivo de porque as empresas públicas não geram riqueza.


Ele é "tão estudado "pelas suas heranças deletérias. Um dos maiores dementes que a humanidade produziu. E faz coro até hoje.


Já imaginaram se todas as pessoas do planeta vivessem de renda?


Grande parte da moeda emitida no mundo não tem lastro também. Em relação ao lastro que o bitcoin teoricamente não teria, penso o seguinte: Se são emitidas 1000 moedas, elas saem do zero e poderiam subir a qualquer valor. No estouro da bolha ela tenderia a zero outra vez. Só que na próxima emissão de mais 1000 moedas (considerando que a bolha não estourou na emissão inicial), sendo elas compradas pelo valor de mercado (digamos R$ 50,00), este dinheiro está teoricamente lastreado (porque foi feita uma equivalência a uma moeda emitida por um banco central), então mesmo que entre em colapso, teríamos um valor de R$ 25,00 para cada unidade e não zero. Fora que, assim como o ouro, o gasto com energia, o investimento em equipamentos, lastreia a moeda. É difícil de se calcular o valor real, mas zero não é.


Não daria pra usar o próprio dólar? Lembro que certa vez o Ulrich escreveu que registrou sua filha recém-nascida no Blockchain (sobre o qual eu nada entendo).

www.infomoney.com.br/blogs/cambio/moeda-na-era-digital/post/5288538/registrando-nascimento-blockchain