sexta-feira, 18 mar 2016
Podcast 210 - Bruno Bodart

selo01.jpgPODCAST 210 – BRUNO BODART

 

No irracional debate que contrapôs os taxistas e o serviço Uber no ano passado, a voz jurídica sensata que apareceu com destaque na imprensa foi a do juiz da 1ª Vara de Fazenda Pública do Rio de Janeiro, Bruno Bodart.


A decisão foi muito comentada porque proibiu que os governos municipal e estadual do Rio de Janeiro tomassem qualquer decisão que impedisse o funcionamento do serviço Uber.

 

Outro ponto incomum foi o argumento utilizado pelo juiz com uma posição favorável à livre iniciativa fundamentada na Constituição Federal e na obra de autores liberais. Logo em seguida, outros juízes seguiram a mesma linha de decisão e o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro ratificou o argumento jurídico por unanimidade.

 

Mestre em Direito e professor da pós da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o juiz Bruno Bodart explicou nesta entrevista ao Podcast do Instituto Mises Brasil os fundamentos da sua decisão, sua posição em relação à livre iniciativa privada e às liberdades individuais. Ele também falou sobre seus estudos de Law and Economics e contou como descobriu autores da Escola Austríaca (EA) como Mises e Hayek.

 

Bruno considera a inserção da teoria Austríaca no mundo jurídico como um processo natural. “Anos atrás ninguém sabia quem era Mises e o que era Escola Austríaca; mas pelo trabalho de divulgação acadêmica e discussões promovidas inclusive pelo Podcast do IMB, que tem um público amplo, essas ideias vêm sendo cada vez mais debatidas, difundidas e atualizadas para o nosso contexto político, social e até mesmo jurídico. Então a tendência é que a EA esteja cada vez mais presente no nosso debate nas mais diversas áreas de conhecimento e, no que me diz respeito, também na área jurídica”.

 

***

 

A música da vinheta de abertura é o tema da série Game of Thrones executada pelo guitarrista ? Eric Calderone.

 

***

 

Todos os Podcasts podem ser baixados e ouvidos pelo site, pela iTunes Store e pelo YouTube.

 

E se você gostou deste e/ou dos podcasts anteriores, visite o nosso espaço na  iTunes Store, faça a avaliação e deixe um comentário.




  • FILIPE ALIANÇA  21/03/2016 20:51
    Fico muito feliz em saber que existem juízes em nosso país com essa mentalidade e que buscando sempre o aprender. Parabéns Bruno G. e Bruno B. . Espero eu que um dia possamos ver isso nos forúm trabalhistas!
  • André B.  24/03/2016 12:02
    Espero que um dia a Justiça do Trabalho seja extinta...


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.