clube   |   doar   |   idiomas
sexta-feira, 11 set 2015
Podcast 186 - Andrea Faggion

logo_baixa.jpgPODCAST 186 – ANDREA FAGGION

 

Muitos autores e correntes ideológicas foram de algum forma influenciados pela obra do filósofo Immanuel Kant e não são poucas as tentativas de conciliar o seu pensamento com posições políticas divergentes como o marxismo e o liberalismo (e também o libertarianismo). Essa apropriação diversificada tem origem na própria obra de Kant que dificulta uma leitura unificada.

 

Foi justamente para compreender a relação e influência do pensamento kantiano nas ideias da liberdade que o Podcast do Instituto Mises Brasil entrevistou a professora, mestre e doutora em Filosofia, Andrea Faggion.

 

Estudiosa da obra do filósofo prussiano e professora do programa de mestrado em filosofia da Universidade Estadual de Londrina e da Universidade Estadual de Maringá, Andrea explicou as dimensões liberais e antiliberais da obra de Kant, a sua concepção da política, do direito, da liberdade e sua crítica tanto aos Estados éticos, com projeto de forjar cidadãos virtuosos, quanto Estados paternalistas. Andrea também justificou por que os liberais devem ler Kant.

 

***

 

A música da vinheta de abertura é o Cânone do compositor alemão Johann Pachelbel executada pelo guitarrista Lai Youttitham.

 

***

 

Todos os Podcasts podem ser baixados e ouvidos pelo site, pela iTunes Store e pelo YouTube.

 

E se você gostou deste e/ou dos podcasts anteriores, visite o nosso espaço na  iTunes Store, faça a avaliação e deixe um comentário.





  • anônimo  12/09/2015 07:45
    A Andrea definitivamente sabe muito sobre Kant, várias colocações foram ótimas e adicionaram muito conteúdo, mas algumas vezes não compreendeu o que buscava algumas perguntas, como quanto ao contexto em que ele vivia. Agora, entervista perfeita difícilmente se vê, ao final foi muito construtiva e quase perfeita a entrevista, obrigado pela entrevista.
  • edu  14/09/2015 13:37
    Boa entrevista. Fiquei curioso sobre o que ela acha das críticas da Ayn Rand ao Kant. Ela o critica dizendo ter sido um místico, destruidor da razão, que contribuiu e muito para a ascensão dos coletivismos posteriores.

    aynrandlexicon.com/lexicon/kant,_immanuel.html

  • anônimo  13/10/2015 02:54
    Os movimentos coletivistas, revolucionários e totalitários foram gestados nas filosofias de Kant, Fitche e Hegel.

    O problema da filosofia kantiana é que a realidade deixa de ser objetiva e passa a ser uma projeção mental do sujeito, a partir da organização de dados atomísticos observados empiricamente pelos sentidos por meio das categorias apriorísticas da razão humana (espaço, tempo, existência...). Ou seja, você nunca alcança as 'coisas em si'. A realidade deixa de ser uma estrutura objetiva, um esquema de razão universal na qual o homem está inserido e do qual participa limitada e precariamente através de sua própria razão individual. No lugar disso, você tem uma prisão mental guardada por um número definido de categorias da razão que determinam sua percepção de mundo e fora das quais não há possibilidade de se conhecer o que quer que seja. Assim, toda metafísica antiga e medieval é implodida (e junto toda uma teoria do conhecimento), abrindo espaço pra os subjetivismos e relativismos posteriores.
  • Rodrigo Pereira Herrmann  13/10/2015 12:22
    Esqueci de assinar. (anonimato não vale)
  • Tiago Rincaweski  19/09/2015 12:24
    Olá:

    Eu gostaria de fazer o download do Podcast, mas aparentemente não está funcionando.

    Quando eu clico no link para fazer o download, inicia o podcast no site.
  • Rhyan  12/10/2015 22:33
    Fantástico!

    Dizem que Kant é o tipo mais difícil de leitura que existe. Particularmente, nem me arrisco, já tenho dificuldades suficientes com filosofia em geral.

    Mas ouvir a Andrea falando é outro nível, tudo parece claro.
  • Anderson S  13/10/2015 01:24
    De fato, a professora Faggion explica bem demais. Destaque para a oratória dela, carregada de ritmo e entonação; torna-se agradável escutar uma pessoa com excelente comunicação.


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.