quinta-feira, 9 abr 2015
164º Podcast Mises Brasil - Kim Kataguiri

logo_baixa.jpgPODCAST 164 – KIM KATAGUIRI

 

Em abril do ano passado, o Podcast do Instituto Mises Brasil entrevistava Kim Kataguiri, que na época começava a despontar nas redes sociais pelo trabalho na página Liberalismo da Zoeira e com os vídeos no seu canal no Youtube.


Um ano depois, Kim tornou-se a face liberal das manifestações de março de 2015 que levaram mais de dois milhões de pessoas às ruas do país. No próximo domingo, dia 12 de abril, está programada a segunda manifestação que pede o impeachment da (ainda) presidente da República

 

Como coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), um das entidades que mobilizou parte da sociedade nos protestos, Kim foi entrevistado e citado pela imprensa nacional e estrangeira que queria descobrir o que os ouvintes deste Podcast já sabiam: quem era o jovem de 19 anos com olhar 43 maoísta que atraiu as atenções nos protestos em São Paulo.

 

Em nova entrevista ao Podcast do Instituto Mises Brasil, Kim comentou um tópico sobre o qual a imprensa brasileira não parece (ainda) estar muito interessada: a agenda liberal do MBL. Kim também ressaltou a importância do trabalho de defesa e divulgação das ideias da liberdade realizado por indivíduos e institutos como o IMB, que, segundo ele, foi decisivo na sua formação. “Sem o Instituto Mises Brasil eu não existiria como liberal”.

 

***

 

A música da vinheta de abertura é o Cânone do compositor alemão Johann Pachelbel executada pelo guitarrista Lai Youttitham.

 

***

 

Todos os Podcasts podem ser baixados e ouvidos pelo site, pela iTunes Store e pelo YouTube.

 

E se você gostou deste e/ou dos podcasts anteriores, visite o nosso espaço na  iTunes Store, faça a avaliação e deixe um comentário.





  • Sebastiao Ferreira  10/04/2015 23:48
    Muito boa entrevista. O surgimento de movimentos liberais no Brasil, neste inicio do século 21, alimenta a esperança de que o país supere as confabulações mercantilistas e os paradigmas populistas. O movimento social que deu origem ao PT representava grupos de interese especial contrarios aos interesses da maioria da população, uma velha tradição brasileira institucionalizada por Getulio. Estes novos movimentos sociais constituem una novidade na política nacional. Parabéns.
  • Bruno Garschagen  11/04/2015 15:04
    Obrigado pelo comentário, Sebastião.

    Abraços.
  • André  15/04/2015 19:30
    Somente uma pergunta.
    Porque as ações da Vale não é mais lembrada após as privatizações?
  • Vargas  15/04/2015 20:12
    Não entendi a pergunta.


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.