Veja passo-a-passo como fazer a inscrição e pagamento para um curso.

Já está inscrito em algum curso?
Clique aqui para acessar nossa plataforma de educação à distância (Moodle)

Pré-requisitos para entrar na Palestra

Para entrar no evento (palestra), você precisará baixar, instalar e configurar o Gerenciador de Eventos WebEx.
Na primeira vez que você entrar no evento, o Gerenciador de Eventos será instalado automaticamente;
mas você poderá baixá-lo manualmente antes do evento para ganhar tempo.

Baixe o instalador para o seu sistema operacional:

• Gerenciador de Eventos para Internet Explorer no Windows
https://akamaicdn.webex.com/client/WBXclient-T28L10NSP6EP1-15324/atecie_PT.msi

• Gerenciador de Eventos para navegadores Firefox ou Chrome no Windows
https://akamaicdn.webex.com/client/WBXclient-T28L10NSP6EP1-15324/atecns_PT.msi

• Aplicativo Event Center para Mac OS X (Intel)
https://akamaicdn.webex.com/client/WBXclient-T28L10NSP6EP1-15324/mac/intel/webexec_intel.dmg


Talvez seja necessário atualizar o Java.
Se você você não tem o Java instalado na sua máquina, faça o download aqui: http://www.java.com/pt_BR/
Verifique se você foi direcionado para o download de seu sistema operacional correto, antes de concordar e iniciar o download.


Meia hora antes do horário da palestra, você receberá por e-mail o link de acesso.
Qualquer problema ou dúvida, entre em contato com Patrícia (responsável pelo suporte técnico) pelo e-mail: suporte.cursos.mises@gmail.com


Cara, não sei se isso é zueira ou você é mais um zumbi kk. Mas vamos lá:

"1- Quem vive da exploração do homem pelo homem, através do capitalismo, é você meu amigo libertário."

Exploração por meio do capital só existiu na cabeça de Marx, a teoria da mais-valia já nasceu refutada meu amigo. Eu posso passar três dias cavando um buraco que o trabalho por si só não tem valor algum. O preço do meu trabalho não está na quantidade de horas dedicadas a ele.

"2- Quem destrói a cultura de um povo, através de porcaria da grande mídia e internet, é você meu amigo libertário. "

kkkk pqp, mano você tem problemas? O capitalismo permitiu grandes invenções tecnológicas que aumentaram a qualidade de vida da humanidade, aumentou o conhecimento e simplificou o seu acesso. Agora se você depende de um governo lhe dizendo qual conteúdo é bom e qual conteúdo é ruim, foda-se ...problema seu. Eu tenho autonomia (pelo menos por enquanto) pra escolher aquilo que merece ser consumido por mim.

"3- quem destrói as relações humanas, transformando os seres humanos em objeto de preço, é você meu amigo libertário. "

Trabalhar VOLUNTARIAMENTE e ser pago por isso, não é transformar o ser humano em objeto. Isso faz sentido no período da escravidão, meu caro.

Dá pra ver que você não sabe nada de libertarianismo/capitalismo apenas o que seu professor de história/sociologia lhe disse:

"O capitalismo destruiu a vida de milhões de pessoas. Todas as nossas dores e sofrimentos, deve-se ao capitalismo. Pergunte a qualquer pobre, qual seu principal problema e percebera que há algo relacionado ao capital. Portanto meu amigo libertário, você não tem nenhum direito de ter superioridade moral, pois o capital é imoral por excelência. "

Só pode estar de brincadeira,né? Logo o Capitalismo malvadão que aumentou a renda de milhões de pessoas, removendo elas da miséria extrema, logo o Capitalismo malvadão que por meio da livre concorrência diminuiu custos dos produtos tornando-os mais acessíveis, logo o Capitalismo opressor que aumentou a estimativa de vida da humanidade, que trouxe serviços e produtos revolucionários. Concordo com você temos que destruir esse capitalismo facista, machista,opressor,malvadão e voltar a viver no mato. Mas para isso temos que jogar no lixo tudo de bom que ele nos trouxe. Você pode começar.

"Capital imoral é filosofo, escritor e já refutou Mises."
Você é bichão mesmo hein?

Meu caro amigo Cloreto, não quero usar de artifícios maliciosos e nem introduzir falácias, só o que quero com as perguntas é tentar promover um pouco de discussão em torno de coisas que eu considero importantes, inclusive saber o que se está defendendo.

Hoje no mundo temos exemplos de nações com Estado que participam de tratados internacionais etc. Estou falando de uma porção de terra sem Estado. Porque as nações em volta não se declarariam dono desta terra e tentariam impor seu estado lá?
Alguns fatores poderiam motivar uma invasão de um país a outro.
Porque o Brasil não invade o Uruguai?
1 - O povo teria que ser convencido de que eles são um inimigo, sem isto não haveria apoio político;
2 - Não há interesse;
3 - Mesmo que houvesse interesse, os custos justificariam os ganhos?
4 - A repercussão internacional.

Temos o exemplo do que a Rússia fez a Ucrânia anexando a Crimeia. Este é um bom exemplo. Eles enviaram soldados russos disfarçados e convenceram o povo russo com propaganda.
A repercussão foi ruim, mas a Rússia é forte o bastante para lidar com isso.

Falo até mesmo por uma questão de ideologia, não minha, mas de governantes. Porque uma terra desse tipo bem sucedida não seria considerada um perigo pelas outras? Os governos não teriam medo de perder seu poder caso o exemplo fosse seguido?
Não que devamos desistir caso seja verdade, mas temos que ter consciência de quem são os inimigos da liberdade.

Sobre a invasão muçulmana, foi permitido porque os parlamentos dos países democráticos estão tomados de socialistas que são opostos ao cristianismo e enxergam no islamismo uma forma de destruir uma das últimas barreiras ao comunismo, o próprio cristianismo. Se o cristianismo realmente é uma barreira eu não sei, mas o próprio marx (escrevo com m minúsculo de propósito) já começou a semear este anti-cristianismo desde o início. E claramente hoje a esquerda é muito simpática ao islamismo. A própria UE e ONU são controladas por socialistas. E a entrada dos refugiados em massa foi ajudada por estas entidades.

Não quero com isto afirmar que a resposta seja ter um governo, não é este o meu objetivo. Só estou perguntando como evitar isto.

Na realidade, Minarquista é todo o indivíduo que defende o estado mínimo. O problema é chegar num consenso de qual é o estado mínimo.
Uma das possibilidades é o estado do tipo "vigia noturno" (nightwatchman state). Este sim, seria um estado que garantisse a segurança policial e jurídica. Assim, executivo, legislativo e judiciário continuariam existindo, mas somente com a finalidade de garantir a segurança da vida, da liberdade, da propriedade, e o respeito aos contratos.

Eu, apesar de me considerar minarquista, vejo outras possibilidades para a ação do estado: o efeito carona da economia é um dos motivos para termos ações que devem ser executadas coletivamente. Exemplos:
A - Poder executivo:
1) Ruas: se eu pavimentar a rua na frente da minha casa, o meu vizinho se beneficiará do meu gasto. Eu, por outro lado, terei gasto muito para pouco efeito. Continuo passando por um monte de trechos de terra que outros resolveram não pavimentar...
E a limpeza das ruas? E dos bueiros? E a iluminação pública? Todos estes itens estão sujeitos ao efeito carona...
Conclusão: a pavimentação, limpeza e manutenção de ruas deve ser feita coletivamente, seja a coletividade o meu condomínio, ou a minha cidade... Idem para praças. idem para iluminação pública.
2) Parques e reservas: Quem vai cuidar de parques públicos? Privatizam-se todos? Incluindo todas as praias? Quem vai limpar as praias? Quem vai cuidar para que a natureza, incluindo a floresta amazônica não sejam destruídas? Alguém aí tem peito para lotear e vender toda a floresta amazônica?
B - Poder legislativo:
É preciso definir o que as pessoas podem fazer em locais públicos (ruas, praças, parques), em locais privados de acesso público (restaurantes, lojas, shoppings, estádios esportivos, etc), e em locais privados (casas, apartamentos terrenos).
E para aqueles que acham que podem fazer qualquer coisa em sua propriedade, gostaria de lembrá-los que não se pode matar uma visita que foi convidada para ir à sua casa; que uma pessoa não pode ficar pelada ou transar em seu terreno ou quintal se for visível da rua; que você não pode fazer barulho durante a noite, pois isso viola o direito ao sossego do seu vizinho...
C - Judiciário:
Será que se consegue privatizar todo o judiciário? Ou a maioria dele? Há dúvida razoável de que isto funcione bem, e de forma mais justa do que tendo uma boa parte da justiça sendo pública? Mesmo que se privatize tudo, todos teremos que coletivamente pagar pelo julgamento de criminosos...

Abcs