clube   |   doar   |   idiomas
Últimos comentários


Eu sinceramente gostaria de retirar meus filhos do sistema educacional marxista em que eles estão, que vai contra todos os meus valores. Mas se eu tirar acionam o conselho tutelar contra nós. Eu já falei pra eles, só me importa que vocês tirem notas boas em português e matemática, o resto, geografia (indigenismo com marxismo), história (contada da perspectiva marxista), ciências (só besteiras ambientalistas), eu disse pra eles que não me importo.
Mas ainda entra um pouco de lixo na cabeça deles. Outro dia eu tive que convencer minha filha de que uma besteira lá ambientalista era mentira. É muito difícil educar os filhos assim. Como fazer?


Estou desenvolvendo um produto internacional e vou aceitar pagamentos em criptomoedas.


Excelente! Já há um texto no mesmo formato sobre um diálogo com a Direita?


Prometo que irei retornar daqui a seis meses exatamente para este tópico e daí veremos se eu estava certo ou não.
Em novembro veremos se forcei.


Caro, acho que não está tão errado assim, embora esteja generalizado. A revolução industrial não foi tão ''livre mercado'' assim. Os camponeses eram os donos das terras, qualquer teoria de propriedade está de acordo comigo, você mistura trabalho inicial, você é o dono. Mas eles não tinham títulos para provar isso, os aristocratas medievais, a nobreza, expulsou eles de suas terras para ''arrendar'' terras para a produção de ovelhas e lã, já que a industria têxtil estava em expansão graças a inovação na tecelagem.. Contribuindo para um êxodo rural maior do que ocorreria naturalmente.

Podemos ver algo assim ainda hoje em pleno Brasil, quando alguém vai abrir terras em florestas de forma ''ilegal'', até ele não ter um documento provando a posse, quem chegar ali e expulsar, e tiver documentos atestando que é dele, é dono..


Não vai mudar nada. Você terá dois ativos que somados irão valer o mesmo que um.


1 - No Brasil você pode converter seus bitcoins em cartões pré-pagos e utilizar normalmente em qualquer pagamento. Além disso, o bitcoin está sendo cada vez mais aceito por varejistas do mundo inteiro (em especial no Japão, em breve na Australia). O Brasil que é atrasado. Nem deveria ser usado como exemplo.
2 - Concordo, mas a volatilidade diminui a cada ano, estamos falando de uma tecnologia muito recente.
3 - Já foi proibido por alguns países e o bitcoin venceu.
4 - Concordo, e a tecnologia está evoluindo para resolver muitos desses problemas. Se aprofunde.
5 - Isso não é verdade. Ninguém até hoje conseguiu "hackear" o bitcoin. O que pode ser hackeado é seu computador onde você guarda sua chave privada.
6 - Sim, mas o que tem isso haver com a tecnologia em si? Bolsa de bitcoin não é wallet


Realista, auihauhauhauha, de graça vc foi beeeeeemmmm longe né. R$10 mil reais é de graça, então vc esta rico e nem deveria se preocupar com Bitcoin. Faz favor e força menos viu.


Réplicas e tréplicas são naturais em uma discussão de valores.
A regrinha consiste em emitir a opinião - embasada, de preferência - e suportar as críticas, fazendo o contraponto dentro da elegância que a linguagem nos permite.
Posicionar-se a favor ou contra determinada instituição ou ideia exige conhecimento para as inevitáveis defesas.
Quando esse é tacanho, grassam os insultos.

Parabéns ao site.


Leandro, vc saberia explicar como era o mecanismo denominado "Crawling Peg", adotado pelo governo da ditadura? Pelo o que eu li, foi uma política de pequenas desvalorizações cambiais feitas paulatinamente no intuito de incentivar as exportações no final dos anos 60. Simonsen chamava isso de realismo cambial e o Delfim Netto explicava que se usava as taxas de inflação dos EUA e do Brasil para se chegar ao equilíbrio. Eu realmente não encontrei explicações satisfatórias sobre isso.


Ainda, temos que ter em conta que uma sociedade Anarco-capitalista não surgiria do nada, o Estado não vai simplesmente deixar de existir do dia para a noite no mundo todo.
O que provavelmente ocorrerá é o surgimento de pequenas comunidades Anarco-capitalistas que irão agregando cada vez mais pessoas, tais pessoas para serem aceitas nessa sociedade terão de compartilhar os valores de liberdade desta.
qualquer inicio de agressão praticado nessa sociedade seria imediatamente e rigorosamente reprimido por toda a comunidade.


As pessoas são muito, muito intolerantes.
Se alguém vem aqui e diz que o Estado é a melhor forma de proteger a propriedade privada, vem uma massa desprezar o indivíduo e atacá-lo ao invés de atacar apenas suas ideias. Não sabem contradizer uma opinião sem xingar o sujeito, é ridículo.

Quanto ao texto, de excelente qualidade.



Votamos em qualquer pessoa nas eleições, vendemos votos por 100 reais, apoiamos candidatos que prometem nos ajudarem no futuro, e agora queremos uma revolução do dia para noite, como se vivêssemos numa ditadura. Esquerdista comparando a situação brasileira com a da frança, rússia, É uma ignorância tremenda. Temos que tirar alguns bundões no poder, e pressiona-los para leis que garantam liberdade jurídica.


no Império Romano até ponto se deu certo , pois tinham leis que respeitava as individualidades , E não um estado laico e nem monoteísta , mas uma sociedade aceitava uma pluralidade de religiões de fiferentes povo e culturas vivendo sobre o mesmo governo. É por que to falando de religião ? pois não existia civilização sem religião . Então a parti do momento que o império queria centralizar a economia que começou a corroer se . O primeiro revolucionário foi um papa , pois ele queria centralizar o poder da igreja e fez a igreja cair . A igreja expandiu sem estado nenhum , mas através de emissários . É o que faz os islamismo crescer , pois não tem uma autoridade central , e sim milhares de cabeça aplicando o alcorão do seu jeito . O E.U.A não cresceram apenas pelo livre comércio , mais também , pelo protestantes que tinham a liberdade de crer em uma moral e fundar comunidades daquelas pessoas que tinham os mesmo ideias e quem não concordava , ao contrário de um governo central , não era caçado , apenas mudava de lugar e fundava outra comunidade . obs: desculpe pelo erros de português , pois tive que escrever super rápido .


????
Como assim, ninguém garante a ordem. A ideia é justamente parar com isso de "quem garante".
Agora se com ordem vc diz ausência de crimes, as próprias pessoas, podendo se defender, já reduzem bastante a sua incidência.


Boa tarde,

Creio que meu questionamento não foi compreendido da maneira como eu imaginava. O ultimo texto ao qual você se referiu (o qual eu já havia lido) defende a liberdade, mostrando seus aspectos positivos e argumentos, porem reitero meu questionamento: como? Sinto falta de proposições práticas que possam ser aplicadas na nossa realidade. Como livrar-se da tabela progressiva do imposto de renda? Como livrar-se do imposto de renda? Como reduzir o estado? Imagino que não há saida se nao pela educacao. E nesse caso concordo que levará algum tempo para inserirmos os princípios austríacos na cultura popular.


Eu não consigo ver essa forma de democracia como um verdadeiro avanço, será que haverá melhoras deixando ela no modo aleatório?

Ao meu ver tem dois problemas iniciais, você vai supor sufrágio universal? até mesmo para crianças? senão vai fazer isso, qual será o método de escolha do grupo no meio aleatório?

vamos supor que seja decidido "aos maiores de 18 anos que querem participar do meio sorteado", agora entra alguns problemas, o primeiro de todos é a amplitude das propostas, qual é o limite das proposições? será formado um parlamento para decidir a proposta? o parlamento também é aleatório? logo, uma pessoa que trabalha e portanto não tem tempo para perder com isso, vai ser excluída por incentivo, já que só os desocupados teriam tempo para perder com isso. Se o parlamentar tiver renda garantida, daí já era, se tornará até pior que o sistema atual, pois no modo "aleatório", nem mesmo as propostas extremas, normalmente limitadas pela janela de Overton, teriam total capacidade de implementação.

Além de não impedir nem um pouco a corrupção, apenas vai mudar a ordem dos fatores mantendo o resultado. Hoje o estado oculto compra pessoas corruptas escolhidas por eles, e os elegem nesse meio. Com esta mudança, o eleitor potencialmente corrupto terá mais incentivos de participação, principalmente por renda garantida. Basta que o estado oculto compre os já eleitos, e daí ao meu ver trocou apenas a ordem.


Fui conferir o que foi o "cercamento" na Wikipédia, e meus olhos quase sangraram.
Parece que o artigo foi escrito por alguém do PC do B ou do PSTU.



Há algum artigo no site explicando porque marxistas e esquerdistas odiarem tanto a classe média?


Ele filosofou bastante sobre o livro Os Segredos da Mente Milionária.


Há mto tempo defendo a ideia da separação da minha cidade, Florianópolis, desse país de merda que atende por Brasil.
O primeiro passo seria o fechamento das pontes. Só entra na cidade por meio do ar ou mar.
Depois, retira-se os impostos. Sim, seremos um paraíso fiscal. Quem quiser guardar seu dinheiro e não ser incomodado ou esbulhado, estamos de portas abertas.
Eu quero ir para a ilha, mas sou um pé rapado coletivista, tem como? Não, aqui ngm te quer.
Jogatina, prostituição e comércio de entorpecentes serão a base da economia.
Temos praias, mulheres e maconha de boa qualidade, venha morar no paraíso, esse será o lema.
Não agredindo o direito de terceiro, pode-se fazer tudo na ilha. Quer fumar? fume; quer dá o brioco? dê; quer fazer a farra do boi? faça. - Malditos moralistas do TRF4 que proibiram a farra do boi, prática tradicional açoriana, pq não proíbem os rodeios seus fdp?

Dito isso, levanto-me, visto a roupa do trabalho, e, sabendo que isso nunca vai acontecer, vou pra minha jornada diária de servidão. Sim, sou servidor. não aquele concursado ou aquele de cargo comissionado. sou aquele que trabalha o dia inteiro para sustentar o Estado. Afinal, sem ele o que seria de mim e do povo brasileiro?
Viva o Brasil





A solução para isso é bastante fácil: basta apenas você não clicar no play. Pronto. Simples assim. Ninguém lhe agrediu; ninguém lhe coagiu; ninguém lhe obrigou a nada. E você também não fez nada disso com ninguém.

Se você apenas adotar essa postura completamente pacífica e não-agressiva com quem não lhe agrediu e não lhe coagiu a nada, sua vida será muito melhor. Confie em mim.


Off topic:

sinceramente, ainda não consegui entender pq tem podcast no site com entrevista com Felipe Moura Brasil.

Felipe Moura Brasil é discípulo de Olavo de Carvalho, e é manifestamente neocon.

Ou seja, É FAVORÁVEL às intervenções estatais nos mercados e na sociedade, ao contrário do que prega o IMB.

Não fosse o bastante, o cara agora integra o blog "O Antagonista", um blog que é um misto de socialismo fabiano com suposto direitismo extremamente estatista (defensores de tributação pesada, p.ex.), são aduladores e adoradores da alta elite do funcionalismo público (especialmente o Ministério Público).

Então não dá para entender pq o sujeito é entrevistado do site.


ah sim, concordo
Mas ainda existem exemplos de pessoas tentando inovar, como o pessoal do coleção pipoca gourmet aqui e outros exemplos da economia criativa como uber, airbnb e outros.Vejo esperança ainda no futuro.


Gostaria de dar uma dica ao instituto, vcs poderiam marcar mais eventos aqui pelo RJ.
É incrível como o PSOL é forte aqui, tirando os atores globais que q sempre apoiam o partido!
Sempre incrível!

Abcs e obrigado por tantos ensinamentos.


Excelente resposta e muito elucidativa, Tiago! Um abraço.


vou citar aqui as grandes desvantagens do bitcoin e explicar o porque não enxergo o mesmo como o dinheiro do futuro:
1-são rarissimos os lugares que aceitam no brasil-pode ser que em outros paises ele seja aceito em varios lugares porem nos estamos no brasil e o que importa e que ele fosse aceito aqui o que não acontece
2-alta volatilidade no preço-bitcoin ta mais pra ação do que pra moeda
3-risco constante de o governo de um pais simplesmente proibir
4-demora na confirmação da transação
5-risco constante de hackearem o sistema-alias ja teve ataque hacker que roubou milhares de bitcoins e os donos ficaram a ver navios
6-risco constante de bolsa de valores sumirem com seu dinheiro e voce não ter onde reclamar-alguem lembra da mtgox??

por tudo que disse acima não exergo o bitcoin como substituto do dinheiro de papel pois ele tem muitos problemas,
quem for comprar bitcoin saiba que esta investindo em um negocio de alto risco que pode fazer voce ganhar bastante ou perder todo o dinheiro investido


Quando o bitcoin chegou a 600 dólares, eu comprei e guardei e escutei de vários amigos que era bolha, que ia cair e etc.
Quando o bitcoin bateu 1000 dólares eu continuei comprando e guardando e escutei de varios amigos que era bolha, ia cair e etc.
Quando o bitcoin bateu 2000 dólares eu comprei de novo (como faço sempre) e guardei e continuei escutando que era bolha, ia cair e etc.
Hoje o bitcoin está 2.500 dólares, e continuam falando que é bolha, vai cair e etc.
Já faz meses que eu só tenho bitcoin, que não tenho mais um centavo sequer em real.

Mas o que me surpreende é como as pessoas ainda. Só aceitam.Mesmo entre libertários eu vejo esta resistência. Mas posso dizer que os jovens de hoje em dia não tem a mínima noção de como fazer para comprar ouro mas a grande maioria sabe exatamente o que fazer para comprar bitcoin.

A cada dia que passa mais pessoas irão aderir. O bitcoin não é investimento, ele é hedge, ele é a melhor proteção contra os desmandos e instabilidade gerados pelos bancos centrais do mundo inteiro. Onde o estado opera de forma absurda o bitcoin dispara.
Nós já vemos hoje alguns países abraçando o bitcoin por já terem antecipado o movimento do futuro.

A realidade é que após o fim do padrão ouro o mundo ficou algumas décadas totalmente caótico e sem referencia de nada. Apenas especialistas do mercado financeiro e pessoas extremamente estudadas conseguiam se proteger e fazer hedge em outros ativos (como o ouro). Agora temos o bitcoin. Qualquer pessoa que tenha pelo menos um smartphone já pode começar a guardar bitcoin (ou outras criptomoeda) em valores baixos. Genial foi este Satoshi.

O bitcoin não valoriza apenas devido a sua adoção, mas também pq a moeda estatal Sempre desvaloriza.

O bitcoin não é dinheiro de internet, é a internet do dinheiro. Ele está de GRAÇA agora.





"...Eles normalmente são escolhidos por razões bastante distintas, a principal delas sendo simplesmente o poder de impressionar e encantar os intelectualmente destituídos."

O que mais me assusta nos políticos não é a capacidade de impressionar e encantar os intelectualmente destituídos, mas sim os intelectualmente capazes!

saudações libertárias


Concordo 100%.

Demarquia e Democracia são para frouxos iludidos. Monarquia e Ditadura são para libertários realistas.



Gostei muito seu posicionamento, no entanto fiquei intrigada a saber sua opinião a respeito de tal assunto levando em consideração a atual situação do Brasil. Não séria uma opção viável para você reduzir o poder do estado e dos governantes, para fortalecer a livre economia comercial e após algumas décadas com o seu firmamento, retomar o governo? Adoraria debater sobre isto, segue meu email: pamelakenersilva@hotmail.com


Você está correto na sua colocação, não existe, a única forma é a conscientização e a esperança de que uma maioria diga não ao estado.
Isso só ocorrerá daqui uns mil anos, sendo otimista


Salve!

Você pode ver alguns indicadores no tradingeconomics
heritage
Index mundo

Tem um livro também - Breakout Nations, do Sharma, que descreve o capitalismo de conluio.


O problema dessa proposta é achar que o mal na politica vem apenas de uma corrupção do poder ou do lobby, embora essas coisas sejam ruim, não é necessaria ela para quebrar um país. O sorteio iguala ideologias . E ideologias não precisam de desonestidade para ser seguida, e sim , apenas ignorância. Muita gente é de esquerda por estar embuida em um espirito de altruísmo humanitario, e não necessariamente por ser corrupta, são os famosos idiotas uteis.


"O que impediria uma "JBS"/"Odeberecht" da vida, sair comprando 60% de pessoas eleitas e aprovar tudo que lhes fossem interessante em detrimento do restante da população?"

Tudo.

Em primeiro lugar, atualmente, elas compram o cara antes de ele ser eleito. Elas pagam a campanha dele e o fazem prometer retribuição. Uma vez eleito, aí sim ele começa a trabalhar em prol delas.

Na demarquia, não só o eleito nada tem a ver com financiadores de campanha, como ele próprio não tem muito poder após eleito (pelos motivos muito bem explicados acima pelo leitor Rui Pimenta, em 24/05/2017 18:35).

"Mais factível [...] ainda acho que a democracia, com uma forte enfase liberal... Possa ser eficiente... E para garantir isso... Somente diminuindo o estado em toda oportunidade"

Posso rir? Falam isso desde o século XVIII. E, de lá pra cá, o estado só inchou.

Isso sim é acreditar em ilusões e delírios. (Acho que nem você próprio conseguiu levar a sério o que escreveu, tanto é que separou suas frases com reticências. Deve ser porque estava recuperando o fôlego de tanto rir).


Muito mais importante do que QUEM deve estar no poder, é o QUÊ as pessoas no poder podem fazer.
Quais ações do estado são justificáveis, e por quê?

Uma vez limitada ao mínimo a ação do estado, o incentivo para que as quadrilhas tomem o poder será substancialmente reduzido.
Caso elas ainda cheguem ao poder mesmo assim, o dano causado à sociedade será diminuto.
E com todos os olhos da sociedade e da imprensa voltados para as poucas atividades remanescentes do estado, a possibilidade dos corruptos serem pegos será enorme, desestimulando ainda mais a corrupção.

[]s


A ideia da demarquia parece boa... Mas creio que no Brasil... Não seria um grande avanço em relação à democracia.

Nada impediria do "Estado oculto" (grandes empresários) comprar as pessoas eleitas, para que elas legislassem de acordo com seus interesses.

O que impediria uma "JBS"/"Odeberecht" da vida, sair comprando 60% de pessoas eleitas e aprovar tudo que lhes fossem interessante em detrimento do restante da população? Nada (assim como a democracia também falhou nesse ponto). E creio que, como a cada 4 anos novas pessoas ganhariam na loteria ... Esses empresários nem precisariam pagar caro para conseguir os benefícios (já que nessa situação o poder ficaria ainda mais concentrado neles)... Com isso o capitalismo de laços poderia ser piorado.


Contra o problema acima... Nenhuma das quatro opções estaria imune.


Mais factível que uma ditadura/monarquia/demarquia, ainda acho que a democracia, com uma forte enfase liberal... Possa ser eficiente... E para garantir isso... Somente diminuindo o estado em toda oportunidade... Acabando com o BNDES, transformando austeridade do estado em lei e brigando muito para que todos os impostos sejam diminuídos ao máximo... Além de fazer com que o salários dos agentes públicos fosse definido pela população. Para fazer com que a maioria do povo acredite nesse ideal... Eu penso em 2 opções:

1. Secessão: ao quebrar o país, em pequenos países, teremos mais chances de convencer +50% de um país menor a fazer isso. (só não sei como convencer as pessoas a isso).

2. Cidades pilotos: criação de cidades pilotos com leis próprias. Ao fazer isso, seria possível testar um número grande de legislações... Até identificar modelos mais eficientes. (Nessas cidades pilotos, uma das cidades poderia ter um viés libertário... Outra ser minarquista... Outra focada em ser economicamente liberal, mas conservadora em outros aspectos... Outra, até mesmo, por que não... Socialista... Ou comunista). Pronto... Teria para todos os gostos... E as cidades mais bem sucedidas gerariam pressão do restante do país, para que fossem adotadas medidas semelhantes para a parte maior do país. Pronto... A seleção natural cuidaria do resto... (Eu creio que essa sugestão poderia ser comprada por algum grupo político...).






Sem recorrer ao Google, diga-me:

1) Quem é o atual presidente da Suíça?

2) Qual o sistema de governo da Suíça?

3) Cite um único político suíço do qual você já ouviu falar em qualquer período da história.

Pois é...

Você sabe quem é o presidente da Suíça?

Sobre a demarquia, foi explicado no artigo: não precisa mudar nada. Pode deixar tudo como está. Apenas muda o processo de escolha. Mas, para facilitar, poderia começar de baixo, sendo adotado em nível municipal. Depois estadual. Depois, finalmente, federal.

Só que, antes de chegar ao federal, já terá havido várias secessões.



Em quais criptomoedas vocês recomendam investir nesse momento? Queria usar alguma pra deixar o dinheiro lá pra render


Legal, o texto faz sentido e seria uma boa alternativa ao sistema eleitoral contudo faltou deixar mais claro como seria o sistema politico. Bicameral? Presidencialismo ou parlamentarismo? A pessoa é obrigada a se "candidatar"? Etc etc etc etc etc.


Tipo, como já é hoje? Essa seria a pior das hipóteses? Aceito. Por favor, veja minha resposta acima.



"...Eles normalmente são escolhidos por razões bastante distintas, a principal delas sendo simplesmente o poder de impressionar e encantar os intelectualmente destituídos."

O que mais me assusta nos políticos não é a capacidade de impressionar e encantar os intelectualmente destituídos, mas sim os intelectualmente capazes!

saudações libertárias


Há um movimento americano que defende o aumento do número de deputados para a casa dos milhares. O argumento é que, quanto mais deputados, menores as chances de consenso e mais caras ficariam as propinas pagas pelos lobistas, tornando a corrupção e o suborno inviáveis.

Consequentemente, também ficaria praticamente impossível a aprovação de leis e regulamentações que atravancam a economia e o progresso.

O Congresso ficaria completamente paralisado. E para sempre.

É verdade que isso praticamente anularia as chances de reformas positivas, mas, por outro lado, extinguiria por completo qualquer hipótese de aprovação de leis e regulamentações ruins (que é o que sempre ocorre).


A ideia da demarquia parece boa, porém não há como não pensar que na República das Bananas os vermes de sempre arranjariam um jeitinho de sabotar essa tal loteria... Não acham?


Aí ele não conseguiria fazer absolutamente nada. Ele não teria nenhuma base de apoio (como já não tem hoje), não teria respeito, e não teria poder nenhum. Ele ficaria completamente paralisado e acossado pelos outros sorteados (oriundos majoritariamente do setor produtivo, até mesmo por uma questão de probabilidade estatística).

Exatamente como tem de ser.

Um governo paralisado nada faz contra as liberdades pessoais. Um governo paralisado ou não faz absolutamente nada ou acaba sendo obrigado a fazer coisas certas. Isso é empiria pura. Vai desde o governo Obama a partir de 2013 até o atual governo Temer, passando pelo próprio governo Dilma no segundo mandato.


P.S.: com o fim do fundo partidário, não haveria partidos políticos de aluguel. Dificilmente haveria qualquer coisa semelhante a um PCO.



Tava sentindo falta dos textos do professor Antony Mueller. Escreva mais pro IMB. Abraço!


Mais uma vez o Prof. Muller nos presenteia com um excelente artigo.

Eu, achando que já possuo bastante conhecimento, acabo de conhecer o conceito de demarquia! Realmente, somos eternos ignorantes.

Cada artigo que leio aqui sinto mais satisfação ainda em doar pro Instituto.


Abraço a todos do Mises Brasil pelo esplêndido trabalho.


Fora do topico: houve o evento de Conferencia sobre escola Austriaca 12 e 13 de maio. Acho que os leitores que nâo pueram comparecer gostariam de artigos com as palestras dos convidados.


Bem elucidado professor, obrigado!!

Seria interessante mesmo aplicar a demarquia à gestão pública, talvez no moldes sob exigência de um currículo mínimo e auto adesão ao sorteio, em um mandato de período curto e com baixa remuneração.


Aqueles que não fazem isso remetem a links que mostram exatamente isso.

Por isso você sempre deve clicar nos links fornecidos.

Eis alguns meus, de cabeça:

www.mises.org.br/Article.aspx?id=2341

www.mises.org.br/Article.aspx?id=2352

www.mises.org.br/Article.aspx?id=1795

www.mises.org.br/Article.aspx?id=1692

www.mises.org.br/Ebook.aspx?id=95

www.mises.org.br/Article.aspx?id=1982

www.mises.org.br/BlogPost.aspx?id=285


Agora, acima de tudo, para quem quer explicações detalhadas e antecipadas sobre como funcionaria um arranjo de liberdade, só posso recomendar este artigo (publicado recentemente, o que coloca em xeque sua afirmação de que é "leitor diário"; se fosse, já o conheceria):

www.mises.org.br/Article.aspx?id=2225


"O aumento incontido dos gastos governamentais passou a ser uma política tida como sensata e boa para a economia. Tanto o partido no poder quanto o da oposição competem por popularidade fazendo promessas de que seriam generosos com o dinheiro dos impostos." (Paragrafo, 7 /linhas, 2-5)

Essa afirmação, pode estar ligada ao keynesianismo ?


Boa tarde a todos. Sou leitor diário dos artigos postados neste Instituto há algum tempo e simpático aos conceitos austriacos. Percebo, no entanto, que os artigos raramente abordam a maneira de como as ideias seriam colocadas em prática. Alguém saberia indicar algum autor ou obra da escola austríaca onde esteja previsto algum modelo ou plano de transição para uma sociedade libertária? Como já falei anteriormente sou simpático aos conceitos libertários da escola austríaca, porém não vejo como colocar em pratica tais fundamentos em um país como o Brasil neste momento. Seria a única saída investirmos na educação e transmissão dos conceitos austríacos para a população e esperar que em um futuro distante estas ideias sejam colocadas em prática? No curto prazo acho incabível propor a extinção ou redução significativa do estado, uma vez que para fazê-lo seria necessario uma entidade mais poderosa que o estado, o que geraria uma contradição conceitual. Por favor, gostaria de ouvir as vossas opiniões sobre estes questionamentos.

Obrigado!




Falta-lhe estudo, a leitura do Capital de Karl Marx apresenta algumas questões. É preciso que estude a "teoria da dependência", de Ruy Mauro Marini, antes de afirmar que as políticas do welfare-state "são uma alternativa ao capitalismo", ou ainda que "uma Europa em crise continua oferecendo um padrão de vida bastante superior a um Brasil em ritmo de Copa" - é claro que é, mas às custas de quem/quê?


1. Não é o "criador que convence as pessoas" e sim "as pessoas se convencem que aquilo vale como moeda". Ninguém obrigou ninguém a fazer nada, tudo é 100% voluntário.

2. Não tem como. O algoritmo de hash é unidirecional, portanto a única forma de se obter moedas é via tentativa e erro (e à esse processo dá-se o nome de "mineração")

3. É apenas um conjunto de dados. É seguro no sentido que todos os participantes concordam que aqueles dados são fidedignos. Ele deixa de ser seguro quando 51% da rede é controlada por uma única pessoa, pois ele pode justamente manipular esses dados. Existe também um risco técnico da rede se dividir em 2 outras.


Ah sim, eu penso em lançar esse texto ano que vem ainda, mas será ótimo ter ajuda :D


A seguir, uma matéria da revista Veja (2008)
Ual, em 2008 eles já tinham se arrependido mas, estranhamente, quase 10 anos depois a maconha continua legal por lá...

Desde que a prostituição foi legalizada, sete anos atrás, tudo mudou. Os restaurantes elegantes e o comércio de luxo que havia nas proximidades foram substituídos por hotéis e bares baratos.
Que tragédia! Onde já se viu hotéis e bares ficando mais baratos! Quer dizer que vou ter que aguentar a ralé na minha próxima visita ao bairro da Luz Vermelha? Trágico!

De Wallen é um centro de bordéis desde o século XVII, quando a Holanda era uma potência naval e Amsterdã importava cortesãs da França e da Bélgica. Nos últimos vinte anos, a gerência dos prostíbulos saiu das mãos de velhas cafetinas holandesas para as de obscuras figuras do Leste Europeu, envolvidas em lavagem de dinheiro e tráfico de mulheres. Boa parte dos problemas é consequência do excesso de liberalidade.
E aposto que estas obscuras figuras do Leste Europeu ganham rios de dinheiro com... a proibição das drogas! Qual a solução? Legalizar a maconha na Holanda para aumentar ainda mais as suas margens de lucro... Incrível...

O objetivo da legalização da prostituição foi dar maior segurança às mulheres. Como efeito colateral houve a explosão no número de bordéis e o aumento na demanda por prostitutas.
E daí? Aliás, adoraria saber como eles mediam a demanda por prostitutas antes da legalização, visto que era proibido... Perguntavam pro sujeito na entrada do bordel clandestino se ele pretendia obter serviços sexuais e esperavam ele responder positivamente?

Elas passaram a ser trazidas – nem sempre voluntariamente – das regiões mais pobres, como a África, a América Latina e o Leste Europeu.
Poxa vida! Alguém tem que proibir o comércio de mulheres na Holanda para o Estado holandês poder coibir esta atrocidade! Não, espera, já é proibido...
Além disso, você quer nos convencer de que é mais difícil se combater o comércio de mulheres em bordéis legais do que em bordéis clandestinos?

A tolerância em relação à maconha, iniciada nos anos 70, criou dois paradoxos. O primeiro decorre do fato de que os bares podem vender até 5 gramas de maconha por consumidor, mas o plantio e a importação da droga continuam proibidos. Ou seja, foi um incentivo ao narcotráfico.
Ual! Sério "Xeroque Rolmes"?
Tivessem eles seguido os conselhos dos libertários, não teriam cometido este erro tão óbvio.
Contra a legalização dos prostíbulos (e das drogas, do jogo, e de tudo)

O objetivo da descriminalização da maconha era diminuir o consumo de drogas pesadas. Supunham os holandeses que a compra aberta tornaria desnecessário recorrer ao traficante, que em geral acaba por oferecer outras drogas. Deu certo em parte. Apenas três em cada 1.000 holandeses fazem uso de drogas pesadas, menos da metade da média da Inglaterra, da Itália e da Dinamarca.
Não entendi, o seu artigo não deveria ser contra a legalização?!?! Fiquei perdido aqui...

O problema é que Amsterdã, com seus coffee shops, atrai "turistas da droga" dispostos a consumir de tudo, não apenas maconha. Isso fez proliferar o narcotráfico nas ruas do bairro boêmio. O preço da cocaína, da heroína e do ecstasy na capital holandesa está entre os mais baixos da Europa.
Que tal revogar a proibição delas também, como sempre foi antes desta guerra imbecil contra as drogas, e eliminar o narcotráfico?


Ainda não ficou claro...

1-O lastro é no sentido de como q o criador do bitcoin convenceu as pessoas a trocarem bens por uma ''sequencia de bits'' ? Como esse código virou moeda de fato ?


2-A minha questão é se justamente o criador da moeda, pelo fato de ser o criador e deter o conhecimento do todo, não existe a possibilidade de que ele tenha outra forma de gerar o bitcoin ?

3- Esse blockchain é seguro ?


Eu vi também que ele irá privatizar o controle de tráfego aéreo, cortando despesas governamentais anuais em US$ 2 bilhões.


Sobre a segunda pergunta, uma das maravilhas do Bitcoin é ser open source, dá um olhada no código e tire suas próprias conclusões se deve ou não confiar na criptomoeda, ou se preferir, clone seu código e crie uma versão da criptomoeda melhorada a sua maneira: https://github.com/bitcoin/bitcoin


A esquerda olha só um lado da história, são desonestos, como sempre.
Como fica o exemplo da Holanda que reconhece que foi um ERRO legalizar a maconha?
https://adeilsonfilosofo.jusbrasil.com.br/noticias/239200069/a-holanda-reconhece-legalizar-maconha-foi-erro


Um dos principais objetivos do BNDES é promover empregos no BRASIL. E não em outros países, como fez o governo petista. Existem milhares de empréstimos concedidos a outros países, promovendo o emprego lá e não aqui.
> Porto em Cuba (US$957 milhões);
> Hidroelétricas no Equador (US$333 milhões);
> Barragens em Moçambique (US$350 milhões);
> Corredor de ônibus em Moçambique (US$180 milhões);
> Hidroelétrica na Nicarágua (U$343 milhões);
> Hidroelétrica no Peru (US$ 320 milhões);
> Abastecimento de água no Peru (valor não informado);
> Renovação da rede de gasodutos no Uruguai (valor não informado);
> Rodovia em Luanda (valor não informado);
> Ponte na Venezuela (US$300 milhões);
> Linhas de metrô na Venezuela (US$732 milhões);
> Metrô no Panamá (US$ 1 bilhão);
> Rodovia no Panamá (US$ 152 milhões)
> Aqueduto na Argentina (US$180 milhões);
> Soterramento do Ferrocarril Sarmiento na Argentina (US$ 1,5 bilhões);
> Aeroporto em Moçambique (US$ 125 milhões);
> Projeto Hacia el Norte – Rurrenabaque-El-Chorro ( US$ 199 milhões na Bolívia).

No governo do PT o BNDES promoveu bastante o emprego, SÓ QUE EM OUTROS PAÍSES.


"Nada impediria de, a nível mundial, as empresas se concertarem informalmente em padrões de qualidade péssimos."

Nada, nada....

Isso é sério? Cartel mundial em um mercado livre e desimpedido? E ninguém furaria esse cartel? Ninguém entraria no mercado para se aproveitar dos serviços ruins prestados e lucrar muito em cima disso?

Apenas cite um único exemplo prático de um "conluio mundial" que levaria a uma geração de "padrões de qualidade péssimos" e que não sofreria a concorrência de absolutamente ninguém.

Tipo, algumas poucas empresas se unem (um cartel, por definição, é formado por não mais que 10 empresas) ao redor do mundo, passam a fornecer serviços péssimos, e aí absolutamente nenhum outro empreendedor, de nenhum lugar do mundo, decidiria entrar neste mercado para fornecer serviços melhores e com isso lucrar horrores? Por que não?

Você realmente pensa antes de falar?

Aliás, o único arranjo em que este seu cenário seria factível é naquele em que os governos regulam tal mercado. Aí sim seria impossível surgir concorrência. Aí sim tal cartel seria mantido. E, pelo visto, é exatamente este cenário que você defende.

Ou seja, você defende regulação estatal, e aí atribuiu ao livre mercado as consequências inevitáveis desta regulação estatal.

O perfeito exemplo da burla intelectual.

O brasileiro tem uma mentalidade tão anti-capitalista, que ele passa a mensurar os outros por sua própria régua. Já que ele despreza o ato de ganhar dinheiro via empreendedorismo honesto, ele passa a acreditar que todo o resto do mundo pensa igual a ele.

"Vemos isso nos offshores que, em todos os lugares do mundo lavam dinheiro de terroristas e mafiosos. O mesmo podiam fazer as reguladoras."

What the fuck?! Que exemplo foi esse?! O que offshores -- as quais, aliás, não agridem ninguém -- têm a ver com o assunto em questão (serviços regulados que afetam o consumidor)?

Jesus… É coitado que desaba por aqui...


1. O lastro é computacional, é uma sequência de bits que, ao ser processado por uma função de HASH, gera uma "assinatura válida" que o identifica como moeda.

2. A "Mineiração" nada mais é que um processo de tentativa e erro: Gera-se uma sequência aleatória de bits, executa-se a função de HASH e verifica-se se gerou uma assinatura válida. Portanto, o criador pode sim executar esse processo quantas vezes quiser, sem nenhuma vantagem competitiva sobre qualquer outra pessoa.

3. Fica armazenado no "blockchain", que é uma espécie de "banco de dados mundial", descentralizado, onde cada participante da rede possui uma cópia inteira dele. É seguro apenas não existir um participante que sozinho domine 51% da rede.


Você não se cala com essa de todas as empresas de todos os lugares do mundo. Nada impediria de, a nível mundial, as empresas se concertarem informalmente em padrões de qualidade péssimos. Vemos isso nos offshores que, em todos os lugares do mundo lavam dinheiro de terroristas e mafiosos. O mesmo podiam fazer as reguladoras privadas.


Nassim Taleb é frequentemente citado por Felipe Miranda um dos sócios fundadores da Empiricus Research, sendo esse dentre outros autores, uma das suas principais fontes de conteúdo de extrema qualidade na área econômica.


Sinceramente, das propostas, resumi em apenas duas:

1. Completa liberação do mercado já.
2. Redução ou mesmo zerar todos os impostos para os taxistas que detenham uma licença (placa)

Lembrando que eles são os únicos veículos que podem normalmente trafegar nas faixas exclusivas, o que já é uma vantagem e tanto no trânsito das grandes cidades brasileiras.

Depois a gente pensaria em como fazer a redução dos impostos chegar a todos os outros...


Cresci nesse ambiente, estudei, sai dessa ideologia. Hoje em dia, explico o que aprendi, sem doutrinar.


Nesse momento é que eu queria ter uma conta nos EUA. Na Bitstamp está como BTC/USD a 2.323 (BRL 7.600) e no Mercado Bitcoin a mais de BRL 9.000.

Quem for ligeiro e arbitrar primeiro toma o porre antes dos preços se equipararem.


Como qualquer outro ativo.

Agora, e isso é importante: a bolha no Bitcoin tem origem na expansão monetária dos BCs mundo afora.

Só com a expansão monetária dos BCs é que "sobra" recurso para investimentos de risco. A bolha é em dólares. O Bitcoin em si não pode ter bolhas porque a oferta é sempre limitada.


Me tirem algumas dúvidas,amigos...

1- Como surgiu o lastro do Bitcoin ? Como q o japa lá anônimo criador da moeda convenceu as pessoas a usá-la nos primeiros anos de vida ?

2- Sendo um código criado por alguém, quem garante que o próprio criador do bitcoin não tenha uma outra forma de minerar a moeda e enriquecer as custas da fama dela ? ou que o próprio código carregue um dispositivo adormecido esperando o momento certo pra dar um golpe nos usuários do bitcoin ?

3- O que me interliga ao bitcoin ? Em qualquer lugar do mundo,usando meu computador ou de terceiros, onde ficam guardados os meus bitcoins ? onde está a segurança nisso ? onde está a noção de propriedade nisso Me tirem algumas dúvidas,amigos...

1- Como surgiu o lastro do Bitcoin ? Como q o japa lá anônimo criador da moeda convenceu as pessoas a usá-la nos primeiros anos de vida ?

2- Sendo um código criado por alguém, quem garante que o próprio criador do bitcoin não tenha uma outra forma de minerar a moeda e enriquecer as custas da fama dela ? ou que o próprio código carregue um dispositivo adormecido esperando o momento certo pra dar um golpe nos usuários do bitcoin ?

3- O que me interliga ao bitcoin ? Em qualquer lugar do mundo,usando meu computador ou de terceiros, onde fica guardados os meus bitcoins ? onde está a segurança nisso ?


Atá, nem como moeda física tem falcaturas não né? Já é regulada pelo Estado e tem muitos roubos e golpes. Conta outra meu irmão.


Já viram isso? Será que Trump está começando a agir corretamente?


observador.pt/2017/05/23/proposta-de-orcamento-de-trump-corta-36-trilioes-de-dolares-de-despesa-em-10-anos/



Exato, basta ver que todas as outras altcoins descolaram seus preços do bitcoin.

Agora, quando a bolha estoura? Ninguém sabe. E se não estourar?


O governo pode simular esta situação apenas para criar esta justificativa


Alguém poderia indicar o máximo de livros possíveis, em português, sobre o biscoitos?


Se ele estiver interessado em legar para seus herdeiros alguma riqueza, ele terá todo o interesse em criar o ambiente propício para uma economia pujante (só assim seus herdeiros terão algum patrimônio).

Se ele for muito burro para entender isso? Então, nada pode ser feito.

Ainda assim, tal cenário é muito mais improvável do que aquele outro cenário democrático, em que "o povo elege políticos sóbrios e sensatos, os quais, embora fiquem no poder por apenas um período de tempo pré-determinado, serão iluminados o bastante para não fazer lambança na economia e estadistas o suficiente para sempre pensar no longo prazo, jamais tendo idéias imediatistas e visando à reeleição".

Sério, quem acredita neste último cenário precisa ter a cabeça examinada.


Salvar?! Acho que você quis dizer jogar o país na crise, certo?

Como ocorreu a crise financeira americana

Alguns detalhes pouco conhecidos da crise financeira de 2008

E quando a economia americana começou a se recuperar? Exatamente quando o governo perdeu efetividade. Na prática, o governo Obama acabou em 2012, quando foi reeleito sem maioria na Câmara. A partir de 2013, ficou totalmente paralisado. O governo federal entrou em gridlock. Com o Congresso travado, sem novos gastos serem aprovados, o orçamento do governo apresentou uma fantástica melhora, saindo de um déficit de 12% do PIB para um de meros 2,5%.

Desde 2012, o que Obama fez? Nada. Absolutamente nada. Em termos de legislação aprovada, houve apenas o Obamacare em 2010, já em vias de ser abolido. Mas de 2010 até 2016, ele não aprovou nenhuma outra legislação. Ele nunca mais conseguiu aprovar nenhuma lei. Sua almejada reforma do sistema de saúde paralisou-se por completo, e nenhuma outra medida intervencionista foi aprovada. O máximo que Obama conseguiu fazer foi mudar nome de montanha, conceder entrevistas a talk shows de comediantes para falar sobre sua rotina na Casa Branca (se ele faz sanduíche ou anda de cuecas), e dizer se sentir frustrado por não conseguir impor leis mais rigorosas sobre a venda de armas.

Só.

Para melhorar, o secretário do Tesouro que ele escolheu, Jack Lew, falava abertamente sobre as vantagens de se ter uma moeda forte, o que fez maravilhas para o dólar, levando a moeda a se fortalecer rapidamente, e a economia a melhorar.

Em suma: desde que o governo americano ficou travado, começando em 2013, a economia automaticamente começou a melhorar. Sem o governo para atrapalhar, o dólar se fortaleceu e a bolsa de valores americana (que sempre se dá bem quando o dólar está forte) se valorizou.

E, como este site nunca se cansa de repetir, moeda forte e governo em retração é o segredo para qualquer recuperação econômica. A economia americana é apenas mais um exemplo prático disso.

Bastou o governo ficar travado, sem nenhuma chance de inventar novas intervenções, que o dólar ficou forte. Consequentemente, a economia americana se recuperou. Praticamente como mágica.

(Ah, sim: o fato de o mercado de trabalho nos EUA ser bem mais flexível, também ajuda bastante, principalmente nos índices de desemprego.)

Obama foi exatamente o tipo de presidência que eu aprovo: muita retórica, nenhuma legislação. Ou, como dizem no Texas, muito chapéu e nenhum gado.

Mas Bill Clinton -- outro que perdeu o Congresso em 1996 -- ainda é economicamente imbatível.


Alois,
em um cenário hipotético, o monarca que adquirisse esses plenos poderes, teria que ter essa visão demonstrada por você, mas caso esse monarca não tivesse essa visão, como se daria essa benevolência para com essas reformas?



No curso de economia você vai ouvir predominantemente a mesma coisa, só que basta trocar a palavra capitalismo por neoliberalismo e tudo volta ao que estava no ensino médio.


A Justicinha é, juntamente com a absurda tributação, o maior problema para os empresários brasileiros. A CLT, ao inventar a hipossuficiência do trabalbador, joga o empresário num poço, com pedra no pé e mãos atadas. Regras absurdas, juízes lunáticos (que tem como referência o RIDÍCULO Jorge Luis Souto Maior), extorsão do empregador, pagamentos absurdos por erros mínimos, intervenção nas empresas, e por aí vai.

Faço faculdade de Direito, faço estágio (não na seara trabalhista - me recuso), são raros os operadores do Direito que comentam e enxergarm além do que seus doutrinadores com viés socialistas dizem, o absurdo da CLT é louvado.

Tudo fica mais difícil quando temos uma Constituição como a que temos, criou um estado enorme, criou instituições que se sustentam pelo povo intocavelmente (como sindicatos), tributação absurda, garantias a torto e direito, e mais um rol de artigos bizarros que ajudam a levar nosso país ao buraco sem fundo.


Quem sabe eu seja muito chato, mas me incomodo quando comentaristas colocam mentiras, mesmo que pequenas, para "inflar" seus argumentos.

O Francisco Teixeira, que deu Control-V de praticamente um site inteiro nos seus comentários, tentou elogiar a monarquia brasileira assim:

"Foi durante a monarquia que as mentes mais brilhantes do Brasil floresceram. Dentre elas, podemos dizer: Vital Brasil (Remédio contra picada de cobra), Santos Dumont (Avião, chuveiro, relógio de pulso e outros), Machado de Assis (Literatura), Ruy Barbosa (Direito), Marquês de Tamandaré (maior engenheiro da história mundial no séc. XIX)."

Nem vou discutir Marquês de Tamandaré (maior engenheiro do mundo ? Construiu o quê ?)

Mas quando o Brasil virou república, Santos Dumont tinha 16 anos e Vital Brasil 24. Se algo havia "florescido" neles antes disso, era a puberdade.

Já Ruy Barbosa era uma mente tão brilhante durante a monarquia que ele era republicano.


Coisas assim me fazem desacreditar quase irremediavelmente do caráter e das supostas boas intenções de uma pessoa.


O Bitcoin, agora, é bolha. Tá na cara. Quando a galera começar a realizar os lucros, aí o valor despenca. Mas aí é que tá a graça. Quando cair, fica ótimo pra comprar, e como valorizou muito, mais gente vai se interessar e começar a usar. Aí realimenta todo o processo. Já deve ser bem a quinta ou sexta onda.


Poderia me explicar o que quis dizer com isso? Sou leigo no assunto e passei pelo mesmo processo que o João.
Obrigado.


Vamos relembrar o caso da estrada privada na Inglaterra?

https://www.flatout.com.br/este-cara-construiu-uma-rodovia-melhor-que-do-governo-e-foi-sabotado-por-isso/

Com todos os detalhes, isso resume como o governo promete solucionar problemas enquanto os cria.

Falando nisso, as AUTOBANS na alemanha são privadas?

Abraços


Uma explicação/complementação da minha afirmação DE 14/05/2017: ...:fui bancário do Banco do Brasil durante 20 anos onde o Plano de Carreira do funcionalismo era predominantemente socialista...

O Plano de Carreira do Banco do Brasil tratava todos os funcionários como números ou matrículas e o salário VP e o lucro ou gratificação semestral era igualmente dividido entre todos os funcionários independentemente do comprometimento/produtividade que cada um tinha na Empresa. Na minha singela visão era um modelo comunista mesmo. Não foi por acaso que o Sindicato dos Bancários se fortaleceu principalmente sob as lideranças de funcionários do BB. Outra coisa que testemunhei e todos sabem: nos malotes do BB o PT SE alastrou pelo País de Norte a Sul e de Leste a Oeste. Na verdade aquele sentimento patriótico e nacionalista dos funcionários foi contaminado pela Esquerda que tomou o Banco e deu no que deu...


E como explicar que foi os Estados Unidos (como sendo um Estado) que conseguiu salvar o país da crise de 2008?


Pode ser Mario. Me passa a dica de onde/como comprar no anonimato total, pq eu não consegui (sou muito prego para isso). Quero distância da RFB.



Caro Henrique,

Recomendo você se aprofundar em uma exchange chamada Poloniex.

Irás se surpreender com o que o livre mercado é capaz de criar. ;-)



Fui comprar Bitcoin, e me pediram um monte de documento, cópia autenticada, selfie, etc.... Se eu quero comprar uma moeda para fugir do sistema por que raios tenho que me identificar tanto??????


Um grande colaborador EUA- ANDREAS ANTONOPOULOS [conteudo.foxbit.com.br/livro-mastering-bitcoin-traduzido]