clube   |   doar   |   idiomas

Existe uma página específica para este artigo. Para acessá-la clique aqui.

Mundo invertido

Pessoas que não produzem nada, mas querem sobreviver, normalmente recorrem ao roubo. 

Atualmente, existem duas maneiras de roubar alguém:  Ou você ataca diretamente o indivíduo e arrebata suas posses ou você utiliza o governo para fazer isso.

A primeira maneira é considerada ilegal.  Já a segunda, por alguma distorção moral, não apenas é tida como perfeitamente válida, como também passou a representar o ápice da moralidade.

Há três maneiras na qual uma sociedade pode ser organizada:

1) Todo mundo rouba todo mundo;

2) Algumas pessoas roubam outras pessoas;

3) Ninguém rouba ninguém.

Hoje, a opção 2 é tida como a ideal, como o supra-sumo da ética, a única maneira na qual os seres humanos podem interagir entre si.

Já os defensores da opção 3 são tidos como extremistas malucos e ridículos.


0 votos

autor

Leandro Roque
é o editor e tradutor do site do Instituto Ludwig von Mises Brasil.

  • Figueroa  21/10/2009 15:28
    excelente resumo! dá até pra fazer panfleto
  • Luciana  21/10/2009 17:50
    Muito bom!!! Concordo plenamente!
  • Roberto Chiocca  21/10/2009 19:49
    verdade, o mundo está tão de cabeça para baixo que as pessoas acham que nós estamos errados!
  • Patrick Gappo  06/07/2010 18:00
    e viva Bastiat
  • José Luis Marques  15/04/2014 14:28
    Esse insight é de dar nó na cabeça.
  • anônimo  16/04/2014 00:23
    Excelente!
  • Andre  21/05/2014 12:10
    É incrivelmente ridículo quando alguém diz que um libertário é um extremista:

    "Seu extremista, como ousa propor uma sociedade onde ninguém pode roubar ninguém!?".


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.